sexta-feira, 10 de novembro de 2017

PARANÁ- INVESTIMENTOS

Governo do Estado projeta investimentos de 8 bilhões e 400 milhões de reais em 2018 no Paraná
O Governo do Paraná projeta investir R$ 8,4 bilhões em 2018, informou o governador Beto Richa nesta quinta-feira (09 de novembro) ao participar do evento da Associação dos Dirigentes de Vendas do Brasil/Paraná (ADVB-PR), em Curitiba. O valor é 8% maior do que o previsto no orçamento de 2017. “Já posso assegurar que o Estado vai continuar elevando consistentemente os aportes em infraestrutura, como já estamos fazendo na malha rodoviária estadual e no Porto de Paranaguá. Com as contas equilibradas o governo está mais capacitado para apoiar o setor produtivo e investir em transporte e logística”, disse Richa.  Em 2017, o investimento total, somadas todas as áreas, chegará a R$ 7,8 bilhões. A projeção para 2018 inclui os aportes da Copel e da Sanepar. O projeto orçamentário para o ano que vem está em tramitação na Assembleia Legislativa.  PREMIAÇÃO - O tradicional evento de premiação da ADVB-PR reuniu quase 100 pessoas. O empresário Everton Muffato, da maior rede de supermercados do Paraná, foi homenageado como Personalidade de Vendas. Leandro Lorca, do grupo Madero, é Personalidade de Marketing. “Esses profissionais geram empregos e renda e são bons exemplos para outros investidores. Representam marcas genuinamente paranaenses”, destacou Richa. No evento foi entregue também o Prêmio Zilda Arns de Responsabilidade Social ao Lar Doutor Leocádio José Correia. A premiação tem por objetivo reconhecer iniciativas que fazem bem à sociedade. O prêmio foi entregue por Heloisa Arns, filha de Zilda Arns, à diretora da instituição, Regina Perna. O presidente da ADVB-PR, Eduardo Jaime Martins, disse que a boa parceria com o Governo do Estado, por meio da Fomento Paraná – instituição financeira de desenvolvimento do governo estadual – é fundamental para estimular novos investimentos. Ele ressaltou que a ADVB está muito otimista, referindo-se a um cenário de crescimento dos negócios no Paraná. “As palavras crise e recessão não existem mais. E essa informação de aumento em 8% nos investimentos do Estado resultará em empregos, renda e divisas para sair desse cenário pelo qual passa o Brasil”, destacou Martins.  ECONOMIA - O Paraná, afirmou o governador, saiu da crise antes do Brasil, conforme atestam vários índices econômicos divulgados por institutos nacionais. Ele também destacou que o governo estadual fez a sua parte com o ajuste fiscal adotado em 2014 e com o programa de incentivos Paraná Competitivo, que permitiu um histórico ciclo de industrialização desde 2011. “Os mais de R$ 40 bilhões aqui investidos nestes sete anos tornaram o Paraná a terceira maior economia de transformação do País, o segundo polo automotivo nacional e segunda indústria de alimentos”, disse Richa.


Nenhum comentário:

Postar um comentário