27/02/2014

ROSÁRIO DO IVAÍ: "Entrevista com delegado de Ortigueira"

MISTÉRIO EM ROSÁRIO DO IVAÍ - Delegado de Ortigueira Ary Nunes Pereira concedeu entrevista exclusiva a nossa reportagem. Ele falou sobre o mistério que envolve a morte de Lucas Machado de Souza, um menor de 15 anos encontrado morto no Rio Alonso, em Rosário do Ivaí, e em novembro de 2013
CLICK AQUI - para ouvir a entrevista completa com o delegado
Nesta quinta-feira, 27 de fevereiro, de 2013, a Rádio Nova Era/ Vale do Ivaí, exibiu uma entrevista exclusiva com o Delegado de Ortigueira - Ary Nunes Pereira.  Ele falou sobre o caso que está investigando, que é a morte misteriosa do jovem Lucas Machado de Souza, de 15 anos, ocorrida em Rosário do Ivaí.  A entrevista foi uma oportunidade para que o delegado fizesse uma análise de um laudo emitido pelo IML de Ponta Grossa, sobre  a exumação do cadáver do menor, realizada em meados do mês de Janeiro, de 2014. Familiares dizem não ter dúvidas de que Lucas foi assassinado, e inclusive um acusado foi apontado.  "Eu estou com o relátório do IML sobre a exumação e ele  revela que o jovem não teve ossos quebrados, por tanto, não sofreu pancada violenta ou algo neste sentido, como se imaginava, mas não significa que estamos descartando que houve a possibilidade de assassinado. Sabemos que tudo ocorre de forma muito estranha e a família pode ficar tranquila que vamos continuar investigando", disse o Delegado. Ele informou que o próximo passo é fazer um exame de DNA do sangue de algum familiar, e comparecer com o sangue que foi encontrado em um bastão de madeira, próximo a casado acusado.   A ENTREVISTA COMPLETA E COM RIQUEZA DE DETALHES,  está no link de vídeo a esquerda.   SOBRE O CRIME E INVESTIGAÇÃO   - Continue lendo
- Morador da região dos Três Morros e Campineiro do Sul, em Rosário do Ivaí,  o rapaz, que montava um cavalo desapareceu no dia 14 de novembro de 2013, após revelar para a família que iria atravessar o Rio Alonso sentido Ortigueira para visitar um sitiante que tinha  porcos que estavam a venda.  Depois do sumiço misterioso, na manhã de sábado, 16 novembro, populares localizaram o corpo boiando no Rio, fundos da conhecida Fazenda do “Kuroda”. O cavalo foi localizado solto em uma propriedade rural, e um empregado do local, conhecido da família, foi acusado do crime. Ele nega, e o principal impasse é que a família assegura que o jovem que estava boiando no rio apresentava sinais e pancadas na cabeça. O IML de Ivaiporã, que fez o laudo, revelou que não foi possível apontar a causa morte, pois com a decomposição do corpo que estava avançada devido ao calor e a água, era impossível constatar ferimentos no rosto e nem se a morte foi por afogamento, pois os órgãos já estavam todos comprometidos e no caso da face e cabeça, carcomidos por peixes. Outro detalhe, não havia fratura de ossos no crânio, o que descartaria a possibilidade de pauladas ou pedradas. O caso começou a ser contestado, e próximo a casa do acusado, foram encontradas manchas de sangue em um pedaço de pau e em pequenas pedras espalhadas pelo chão. O morador disse que havia castrado porcos e que o sangue era dos animais. Segundo a Polícia, exames feitos, revelaram que o sangue na madeira não deu positivo, mas o sangue no chão era de humano. Para os investigadores, a exumação poderia  esclarecer o fato; mas ela não constatou  agressão,  e o laudo diz que a morte é indeterminada.   A família diz não ter dúvidas e fala em assassinato, mas para a Justiça é preciso provas evidentes. Para complicar tudo, ainda houve o impasse da ocorrência ter sido atendida por Rosário do Ivaí e pelo IML de Ivaiporã, pois como o corpo estava na margem de Ortigueira, o correto seria ter levado para o IML de Ponta Grossa, e na responsabilidade da delegacia de Ortigueira, que hoje comanda o inquérito.  NOSSA REPORTAGEM CONTINUA ACOMPANHANDO. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA