domingo, 14 de fevereiro de 2016

JARDIM ALEGRE - "Acusados de matar taxista são presos"

Polícia Civil conseguiu prender, em menos de 24 horas,  acusados de assassinar um taxista de Faxinal e desovar o corpo em Jardim Alegre 



            Nossa reportagem já havia destacamento o empenho e a dedicação da Polícia Civil de Ivaiporã, comandada pelo Delegado Dr. Gustavo Dante, ainda os policiais de Jardim Alegre e Lidianópolis, na tentativa de esclarecer e prender acusados do assassinato do Taxista de Faxinal, um crime que chocou a região. Na noite de sábado, dia 13 de fevereiro, menos de 24 horas do latrocínio, quatro acusados foram presos: Leandro Ribeiro Coutinho, 22 anos, duas adolescentes e um menor. Eles foram localizados em Lidianópolis. "As diligências e a busca por informações, envolveu pelo menos 4 municípios da região, e ao final, conseguimos êxito prendendo acusados", informou um Polícia Civil, que falou a nossa reportagem. Segundo informações, o acusados detidos, confessaram que utilizaram o carro, mas negam que tenham envolvimento com o crime. Depoimentos e outros detalhes estão sendo apurados em relação ao caso. RECUPERAÇÃO DO CARRO - No sábado, dia 13 de fevereiro, o veículo Space Cross, havia sido localizada na altura do Bairro Monte Alto, município de Lidianópolis, na divisa com Jardim Alegre, pouco mais de 10 quilômetros de onde o corpo do taxista e morador de Faxinal foi encontrado. "Encontramos primeiramente as placas do veículo jogadas em um Bueiro em Jardim Alegre e depois o carro em estado de abandono, trancado e com objetos que podem ajudar na elucidação. Moradores disseram que um homem conhecido da região e com passagens na polícia também foi percebido no Bairro rural e em busca de um guincho, provavelmente para retirar o veículo do local", informou a Polícia Civil, que já estava com a identidade dos meliantes. Depoimentos de testemunhas também ajudaram a esclarecer o caso. SOBRE O CRIME Como noticiamos, a Polícia Militar de Jardim Alegre registrou na noite desta sexta-feira, 12 de fevereiro, uma ocorrência na zona rural do município, mais precisamente na Estrada da Barra Preta, região da Balsa do Marolo entre Jardim e Grandes Rios. No local, foi encontrado um homem morto, com pancadas na cabeça, desconhecido dos agricultores daquela região. Mais tarde foi confirmado que se tratava do taxista de Faxinal José Maria de Castro, 72 anos, mais conhecido como "Ieié", e que provavelmente ele foi vítima de um latrocínio. "A equipe da PM recebeu solicitação do funcionário da Balsa do Marolo, informando que havia um corpo na estrada, junto ao meio fio. Quando lá chegamos, visualizamos a vítima de bruços e aparentemente com ferimento na cabeça e muito sangue. Foi acionado o IML e a polícia civil e feito isolamento até a chegada dos órgãos competentes. Foi verificado ainda que a vítima era o taxista de Faxinal/PR, porém seu veículo não estava no local, sendo um I/VW Space Cross GII, cor cinza, placas de Faxinal/PR, ano 2014", informou o Boletim divulgado pela Polícia Militar. Em Faxinal a cidade ficou enlutada assim que tomou conhecimento, pois o cidadão morto era uma pessoa muito querida, idônea e que tinha um grande círculo de amizades.





7 comentários:

  1. Um grande homem trabalhador . nao mercia morrer assim. espero que prendao o mais rapido possivel.

    ResponderExcluir
  2. Um grande homem trabalhador . nao mercia morrer assim. espero que prendao o mais rapido possivel.

    ResponderExcluir
  3. Esses vagabundos tinha que colocar num paredão e fuzilar sem dó. Fazer isso com um pai de família, não tem que prender não porque aqui no Brasil não adianta, daqui apouco estão na rua de novo cometendo os mesmos crimes.

    ResponderExcluir
  4. Este sistema de segurança do Brasil esta falido há muito tempo...enquanto pessoas de bem buscam o sustento para suas famílias, marginais como estes estão articulando crimes brutais como este atrás das grades...prender não adianta.Quando as "nossas autoridades políticas" vão começar a pensar nisso??? mudanças???

    ResponderExcluir
  5. Esse vagabundo já tinha matado um parente meu em Lidianópolis ficou nem 2anos preso saiu e matou mais um pai de família vamos vê se agora a justiça deixa esse vagabundo apodrece na cadeia justiça seja feita.....

    ResponderExcluir
  6. Esse vagabundo já tinha matado um parente meu em Lidianópolis ficou nem 2anos preso saiu e matou mais um pai de família vamos vê se agora a justiça deixa esse vagabundo apodrece na cadeia justiça seja feita.....

    ResponderExcluir
  7. Se isso fosse no estados unidos esses caras uma hora dess ja estavam mortos ;-;

    ResponderExcluir

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA