quarta-feira, 4 de dezembro de 2019

GODOY MOREIRA - CIDADE DIZ NÃO A EXTINÇÃO

Moradores foram as ruas protestar contra PEC do Governo que visa incorporar municípios com menos de 5 mil habitantes. A mobilização contou com apoio de várias lideranças políticas 

Uma carreata com cerca de 150 veículos, foi realizada na cidade de Godoy Moreira, no dia 03 de dezembro, de 2019. Os motoristas saíram da rodovia e desfilaram pelas ruas da cidade. Segundo o vereador Sovelth Cardoso, que é filiado ao PT, e que foi um dos participantes e organizador do evento, a mobilização ocorreu sem bandeira política, porque independente de cor partidária, raça ou religião, todos tem o mesmo pensamento, ou seja, o município precisa continuar existindo para continuar desenvolvendo. "O que acontecerá com nosso município se a PEC for aprovada?. Sabemos que até o valor das propriedade vai cair. Também é uma perca história, é como se rasgasse a nossa bandeira. Só no Paraná, são mais de 100 cidade. O que nós precisamos é de mais investimentos e não acabar com as cidades", disse Sovelth; . Além de percorrer as ruas da cidade, ao final, houve uma concentração na Praça São Francisco de Assis, onde populares, com cartazes, pediam a permanência de Godoy Moreira, como município. A ideia do protesto, foi se posicionar contrário ao projeto do Governo Bolsonaro, que sugere que municípios com menos de 5.000 habitantes e arrecadação própria menor do que 10% da receita total, sejam incorporados por vizinho. Proposta também restringe a criação de novas prefeitura. Segundo o governo, 1.254 municípios se encaixam nessas condições e seriam incorporados a cidades vizinhas a partir de 2026, O número representa 22,5% do total de municípios brasileiros A iniciativa consta na PEC (Proposta de Emenda à Constituição) do Pacto Federativo, entregue ao Congresso. "Está nas mãos do Congresso e eu tenho certeza que não passa, mas precisamos ficar atentos, porque somos nós que produzimos. Precisamos acabar com a corrupção e não com os municípios", disse o ex-prefeito Antônio Cesário. O ex-prefeito Primes de Oliveira, afirmou que desde 1989, os prefeitos vem lutando para criar uma estrutura, e seria injusto entregar tudo isso a São João do Ivaí. Já o prefeito José Gonçalves, o "Zezinho", não estava na carreata, mas estava em Brasília, participando de um evento da CNM - Confederação Nacional dos Municípios, também para pressionar o governo a manter a existência dos pequenos municípios. Clique Aqui, para rever matéria da mobilização em Brasília. O Pedre  Marcos Fábio, também estava na carreata e disse que a comunidade tem que se pronunciar nas redes sociais e dizer o que cada um pensa. "Precisamos de educação; emprego e outra conquistas, mas não podemos nos calar, porque precisamos levar o bem comum de todos", disse o padre.  SEGURANÇA - Os manifestantes aproveitaram o ato, para também cobrar mais segurança, pois já há algum tempo, a cidade enfrenta problemas com efetivo da Polícia Militar, inclusive, recentemente, publicamos uma outra matéria abordando o tema. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA