Páginas


01/10/2022

JARDIM ALEGRE - Criança foi importunada sexualmente no Distrito da Placa Luar

   No dia 30 de setembro, às 18 horas, uma pessoa disse que havia chegado do distrito da Placa Luar, e informou que, na casa de seu pai, sua sobrinha de 9 anos havia sido assediada por um indivíduo que estava nas proximidades da residência. Ao chegar ao local, em contato com a irmã da menina de 9 anos, passou a relatar que, por volta das 18h00min, o avô e a criança foram até uma mercearia, que fica na avenida principal do distrito, sendo que o avô ficou aguardando a menor na quadra de esportes, porém ao se aproximar do comércio, um indivíduo abordou ela e disse as seguintes palavras: "Manda seu avô embora, que eu gosto de batata e mandioca”. Segundo ela, o homem disse, na sequência, iria manter relações sexuais com ela e ofereceu R$ 20,00 para que permitisse o ato. A menina saiu correndo ao encontro de seu avô, e eles  voltaram para a residência, não visualizando mais o autor dos fatos nas proximidades. Afirmou ainda que o suspeito não teve contato físico com a menor. Questionado o porque do avô não acompanhou a menor até o bar e mercearia, afirmou que é da Igreja, e não gosta de frequentar esse tipo de lugar, por isso aguardou a neta nas proximidades. Questionado a identificação do autor, ninguém soube precisar dados, apenas informando seu apelido, sendo ele morador do distrito. Que segundo informações, o autor vive embriagado pela rua, e rotineiramente mexe com as mulheres do distrito. Como o autor dos fatos já havia fugido do local, os envolvidos foram orientados quanto aos procedimentos cabíveis, sendo os mesmos qualificados e liberados.  VIOLÊNCIA DOMÉSTICA  - Ainda em Jardim Alegre, uma menor, de 16 anos, pediu ajuda para a Polícia Militar, para solicitar uma medida protetiva contra o marido, de 19 anos. Ela disse que  estava na Rua Ivaiporã, aguardando a viatura. Contou que, na Avenida Castelo Branco, onde morou com seu convivente, ela o encontrou para terem uma conversa, mas que, ao pegar o celular dele, ficou furioso e a agrediu verbalmente. Também que pegou alguns pertences e foi para a casa da mãe, por isso queria proteção, temendo alguma retaliação. Ela foi orientada. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

CARREGANDO MAIS POSTAGENS...