Páginas


23/10/2022

JARDIM ALEGRE - Roubo com faca, tiros e ameaça e casos de agressões

ROUBO
- No dia 22 de outubro, por volta das 18h45min, na Genibre Aires Machado, um jovem de nome Bruno, disse que estava na Praça Central, o autor, o qual ele conhece apenas pelo primeiro nome, o atacou com uma faca na mão e subtraiu seu celular, sendo um Samsung A-20s na cor preta. O autor fugiu tomando rumo ignorado e a vítima foi para sua casa, de onde conseguiu ligar para 190. Foram feito buscas, porém não foi possível localizar suspeitos. Posteriormente foi confeccionado o boletim e encaminhado para a Delegacia. Foi informado que a inicial do nome do acusado, é a letra Y. TIROS - No dia 22 de outubro de 2022, às 14 horas, no Conjunto Pachuski, moradores informaram que, em 21 de outubro, foram a Ivaiporã e tiveram uma discussão com outras pessoas. Após, vieram embora para Jardim Alegre, mas que, em 22 de outubro, encostou em frente sua residência, um Pálio antigo, segundo eles ano 1996/1997 e de cor verde escuro, contudo, não souberam dizer a placa, apenas relataram que tinha em seu interior três masculinos morenos, mas não reconheceram. Houve bate boca entre eles e as vítimas foram para dentro da casa, momento em que um dos ocupantes do automóvel disparou três tiros de arma de fogo e evadiram-se. O caso é investigado. AGRESSÕES - No dia 22 de outubro, às 12:45 horas, uma moradora informou que mora com sua mãe e chegou sua irmã para visita-las, logo chegou seu irmão embriagado, que mora na casa e não gosta da irmã visitante e começou uma confusão. Por fim ele empurrou sua mãe a derrubou no chão. Em seguida empurrou e derrubou também a irmã com quem tem atrito e ainda pegou um pedaço de madeira para os ameaçar. Com a chegada da PM, os ânimos já haviam acalmado.  A última ocorrência, foi por volta das 19 horas, quando uma moradora disse que entregou a filha, de 11 meses, para que seu ex-marido a levasse para ficar com ela o final de semana. Como ficou muito tempo sem ter notícias, passou a ligar para ele, mas não atendeu. Pouco depois uma mulher ligou dizendo que estava com  criança, porque o pai tinha ido trabalhava e não poderia ficar com ela. Essa mesma mulher foi levar a menina em sua casa e tiveram uma briga. A mãe ainda acusa a tal mulher de, na confusão, ter pegado seu celular que caiu no chão. Já a acusada nega e disse nem ter visto o tal aparelho. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

CARREGANDO MAIS POSTAGENS...