sexta-feira, 30 de setembro de 2011

ACONTECEU EM MARINGÁ - "Vereador tira a camisa durante sessão"

Para evitar derrubada das restrições às geminadas, John tira a camisa
O site do Jornal O DIÁRIO, destacou o caso em que a a Câmara de Maringá viveu, na sessão ordinária de quinta, 29, um dos episódios mais vergonhosos de sua história. Após perceber que o projeto de lei complementar (PLC) que revoga a restrição às casas geminadas seria aprovado, o vereador John Alves (PMDB) perdeu o controle e tirou a camisa diante de um plenário lotado. A quebra de decoro indignou alguns dos vereadores, que abandonaram a sessão. Sem o quórum mínimo de oito parlamentares, a sessão foi encerrada. A votação do projeto que propõe a revogação do polêmico artigo 39 – que impede a construção de geminadas em lotes com menos de 400 m2² para quem não cadastrar a intenção no período de um ano – estava prevista para ocorrer no mês que vem. Contudo, John conseguiu as assinaturas necessárias para votar a matéria em regime de urgência. Ontem, às 15h50, o peemedebista mudou de planos e pediu o arquivamento do pedido de urgência. Aproveitando a ausência de Flávio Vicente (PSDB), um dos nove que se comprometeram com o Movimento em Defesa das Casas Geminadas a votar pela revogação do artigo 39, John tentou, nos bastidores, demover Carlos Eduardo Saboia (PMN) a deixar de votar pela revogação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA