quarta-feira, 13 de março de 2019

CENA DE TERROR - Vídeo do ataque em Suzano-SP, choca o Brasil

O vídeo, apesar de editado e sem as cenas mais fortes, foi retirado do Blog do Berimbau, por decisão do  próprio repórter Ronaldo Alves Senes. O motivo é que ele atendia justamente ao desejo  das pessoas que comentem esse tipo de delito, que é dar publicidade. Além de expor vítimas, as imagens também podem incentivar outras pessoas a cometer o mesmo 

          As imagens acima, são do vídeo que revela a entrada do jovem, de 25 anos, e do menor, de 17 anos, que promoveram o ataque em Suzano, em São Paulo. Ao todo, dez pessoas morreram, entre elas, alunos, o tio de um dos autores e os próprios atiradores. As cenas chocaram o Brasil e repercutiu na imprensa internacional. Em matéria publicada pelo G1, o portal revela que uma câmera de segurança registrou o momento em que Guilherme Taucci Monteiro entra na Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano, e atira em quem estava logo após a porta de entrada. O vídeo acima mostra o momento em que Monteiro entra na escola, saca a arma e aponta para as vítimas. O ataque deixou no total dez mortos, incluindo os dois assassinos. Ele entra pela porta, caminha pela sala, deixa um caderno e a arma está na cintura. Ele tira a arma e atira contra alunos e funcionários. Depois, um segundo assassino, Luiz Henrique de Castro, entrou e atacou as pessoas já caídas. Duas vítimas trabalhavam na escola em Suzano e cinco eram estudantes Os dez mortos são: 1. Caio Oliveira, 15 anos, estudante; 2.Claiton Antonio Ribeiro, 17 anos, estudante; 3.Douglas Murilo Celestino, 16 anos, estudante; 4.Kaio Lucas da Costa Limeira, 15 anos, estudante; 5.Samuel Melquiades Silva Oliveira, 16 anos, estudante; 6.Eliana Regina de Oliveira Xavier, 38 anos, funcionária; 7.Marilena Ferreira Vieira Umezo, 59 anos, coordenadora pedagógica; 8.Guilherme Taucci Monteiro - 17 anos, assassino; 9.Luiz Henrique de Castro - 25 anos, assassino e 10.Jorge Antonio de Moraes, 51 anos, tio de Guilherme. Um dos assassinos matou o comparsa e depois se matou, segundo informações da polícia. A investigação aponta que Guilherme Taucci Monteiro, de 17 anos, matou Luiz Henrique de Castro, de 25 anos, e depois se suicidou. Segundo a polícia, os dois tinham um pacto de que fariam o ataque e depois se matariam. E que andavam pesquisando na internet massacres em escolas dos Estados Unidos. Os dois assassinos eram ex-alunos da Escola Estadual Raul Brasil, alvo do ataque, disse o secretário de Segurança Pública de São Paulo, João Camilo Pires de Campos. De acordo com ele, os cinco alunos assassinados tinham entre 15 e 17 anos de idade. Também foram mortos duas funcionárias do colégio e o proprietário de uma loja próximo ao local. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA