sábado, 21 de março de 2020

CRUZMALTINA - Dr. Ezio de Sousa fala sobre o Coronavírus


No link de vídeo, ouça a entrevista com o Dr. Ezio de Sousa, comentando sobre a doença e algumas providências adotadas por Cruzmaltina. O secretário de saúde, João Ferreira, o "Bigatão", também foi nosso entrevistado   
            No dia 20 de março, de 2020, o repórter Ronaldo Alves Senes, o "Berimbau", entrevistou o Dr. Ezio de Sousa, médico de Faxinal, que também presta serviços para o município de Cruzmaltina. Em sua fala, ele comentou sobre a doença e deu dicas importantes de como prevenir e evitar o avanço da doença. Também afirmou que não há motivos para pânico, mas sim de ficar em alerta, porque o vírus e letal e, caso avance no Brasil, não há leitos para atender a todos. No mesmo dia, o João Ferreira de Castro, o "Bigatão", que é secretário de saúde, de Cruzmaltina, também foi nosso entrevistado, e comentou sobre algumas medidas que foram adotadas pelo poder público municipal. "É o momento de ficar em casa, em quarentena, não é férias, não é hora de receber familiares vindos de outros municípios, enfim, vamos nos prevenir", pontuou João Ferreira. No link de vídeo, ouça a entrevista com o Dr. Ezio. SINTOMAS - De acordo com a portaria, são considerados sintomas do novo coronavírus “tosse seca, dor de garanta ou dificuldade respiratória, acompanhada ou não de febre, desde que seja confirmado por atestado médico”. Além dos sintomas, o isolamento também depende de prescrição médica, razão pela qual pessoas com sintomas devem procurar um médico para verificar o estado de saúde e confirmar a orientação. ATESTADO - O atestado ofertado pelo médico para a pessoa que apresentar esses sinais será estendido também aos familiares ou outros que residem com ela. Para isso, o paciente deve informar o nome completo dos demais parentes ou moradores da casa. Se esses coabitantes vierem a apresentar sintomas, poderão solicitar um novo atestado médico, dentro do prazo previsto de 14 dias. O atestado faz-se necessário para justificar o afastamento do trabalho, evitando, assim, qualquer sanção caso o empregador mantenha as atividades. Idosos - Já os idosos acima de 60 anos devem “observar o distanciamento social, restringindo seus deslocamentos para realização de atividades estritamente necessárias, evitando transporte coletivo, viagens e eventos esportivos, artísticos, culturais, científicos, comerciais e religiosos e outros com concentração próxima de pessoas”.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA