segunda-feira, 16 de março de 2020

INVESTIGAÇÃO - Presos em Cambira suspeitos de homicídio em Marumbi

           Em Cambira, a Polícia Militar chegou até a uma residência, onde foram apreendidos diversos objetos de origem duvidosa, uma pequena quantidade de drogas, armas e prendeu um jovem, que, no local, confessou que havia cometido o assassinato da Thaylla Christina, no início de março, de 2020, em Marumbi. Clique aqui - para rever matéria do homicídio. A ocorrência de Cambira, começou por volta das 11 horas, de domingo, dia 15 de março, de 2020, na Rua Romeu Bengozi, no Bairro Danielli. No local foram detidos quatro jovens, um de 22 anos, dois de 24 anos, e uma moça, de 25 anos. Segundo a PM, uma mãe fez contato dizendo que seu filho seria usuário de entorpecentes e que havia saído de casa, semana passada, dizendo que iria para a cidade de Londrina, mas pela manhã, ela recebeu ligação de uma mulher, afirmando que seu filho estava em seu sítio, em Cambira, sem autorização dela, e ainda gritando, alegando que era perseguido. Ao localizar o rapaz, ele disse que havia passado à noite com um grupo de pessoas que faria parte do PCC, e que eles, o acusavam de ser informante, por isso, tentaram mata-lo. Diante dos fatos, a Polícia Militar decidiu ir até o local, sendo que, ao cercar a residência, pessoas tentaram sair correndo pelos fundos, mas foram todos contidos e detidos. Ao fazer uma varredura no local, foram apreendidos: um revólver calibre 357, com cinco cartuchos intactos; mais dois revólveres, ambos cal. 38; cinco celulares, certa quantia em dinheiro, 1 ampola de substância anabolizante, Sustanon, de 250mg, além de inúmeros produtos eletrônicos, eletrodomésticos e instrumentos musicais, sem procedência. Os jovens estavam com mandados mandados de prisão e, com um deles, foi encontrada um porção de maconha. Durante a varredura, o primeiro rapaz, de 24 anos, confessou o crime de Marumbi, dizendo que foi utilizado um revólver cal. 38 de 2 polegadas, por ele, e que agiu juntamente com outra pessoa, a qual também utilizou um 38 de 3 polegadas, ambas as armas apreendidas. Também disseram que chegaram até a casa da mulher, que foi morta, em um VW/Gol branco, que era conduzido pela pessoa do filho da mulher que foi resgatado, instantes antes, alegando que estava sendo ameaçado. Também contou que os portadores dos revólveres, dispararam os tiros para cometer o homicídio. O crime teria sido cometido a pedido de um jovem, de 24 anos, por conta de uma dívida de R$3.000,00 três mil reais em drogas, inclusive, emprestou as armas para o crime. Entre os detidos estão Luiz Otávio Lopes, de 24 anos; Franklin de Souza Silva, 24 anos, Rodrigo Alves da Silva, de 22 anos; e Tatiane Coelho Avelino, de 25 anos. Para a imprensa, todos eles negaram crimes e disseram que vão provar inocência.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA