sexta-feira, 24 de abril de 2020

JANDAIA - Advogado que matou morador se apresentou a Polícia

 A foto, a direita, é de Mauro Lucas, que foi morto a tiros por um advogado, de nome Ricardo, de Jandaia do Sul. No dia 23 de abril, o autor se apresentou a Polícia Civil, delegado Dr. Gustavo de Pinho Alves. Além de entregar a arma, um revolver calibre 38, ele  relatou sua versão sobre os fatos. Negou que tivesse brigado com a namorada no local da confusão e disse que deixou a festa, porque se desentendeu com os participantes. Afirmou também que, voltou ao local, com o intuito de pedir desculpas e pegar uma caixa de cerveja que havia levado para participar do churrasco, mas, lá chegando, houve desentendimento com Mauro, o qual teria feito menção de estar armado, por isso, sacou do revólver e atirou. O delegado informou que estava colhendo alguns depoimentos, para finalizar o inquérito e representar pela prisão do autor. SOBRE O CRIME - Conforme noticiamos, a versão inicial é que a vítima morreu, após receber três tiros, antes mesmo de dar entrada no PAM - Pronto Atendimento Médico. O socorro chegou a ser prestado pelo SAMU - Serviço de Atendimento Móvel. Informações dão conta de que o crime ocorreu na Rua das Violetas, que fica no Conjunto Mutirão I. A pessoa que cometeu o homicídio, foi identificada por Ricardo Sanches (Jovem Advogado), já a vítima, Mauro Lucas da Costa, o conhecido “Maurinho”, de 29 anos, que é filho do popular "Mauro Tilápia". Segundo as primeiras informações, havia uma festa em uma residência, que fica localizada em uma chácara e, em meio a confraternização, o acusado teve desentendimento com sua namorada. Um dos participantes do evento, que é o Mauro, interviu para que a discussão finalizasse. Logo em seguida, a jovem, namorada de Ricardo, foi convidada a se retirar do local. Ela obedeceu, saiu, assim como o acusado, mas, instantes depois. Em seu boletim, a Polícia Militar informou que a irmã da vítima, confirmou que, durante o dia todo, estava realmente ocorrendo um churrasco e que, além dos proprietários, também se encontravam: o advogado, sua companheira e Mauro. "Houve uma discussão entre o casal, as demais pessoas que ali se encontravam foram contra Ricardo, não gostando da atitude dele. Após tal situação, o rapaz saiu acompanhado de sua namorada e conduzindo uma caminhonete Nissan Frontier, na cor preta, mas logo após, voltou conduzindo uma Honda CB 300 preta, desta vez sozinho. Chamou pela pessoa de Mauro e disse que gostaria que devolvessem as cervejas que haviam comprado. Mauro se negou a ir até a frente da residência, momento em que sua esposa, saiu em direção à calçada para falar com Ricardo e a vítima foi atrás. Quando chegaram na Rua, iniciaram uma nova discussão, sendo que o autor sacou a arma atingindo o morador no ombro, nas costas e na região posterior do quadril", informou o boletim da Polícia Militar. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA