29/04/2021

Prefeito de Faxinal cobra Mauá, Borrazópolis e Grandes Rios ajuda para o SAMU

Segundo o prefeito "Gallo", a despesa é bancada somente por Faxinal, e, caso os demais municípios não passem a colaborar, o serviço pode ser suspenso 
    O prefeito de Faxinal, Ylson Alvaro Cantagallo, comandou, na tarde de quinta-feira, 29 de abril, de 2021, sua primeira reunião com representantes das cidades de Mauá da Serra, Borrazópolis e Grandes Rios, para discutir despesas com o SAMU – Serviço de Atendimento Móvel de Urgência 192, que atende Faxinal e os três municípios. "Gallo" salientou que está preocupado com as despesas que decorrem dos serviços do SAMU, que, mensalmente, ultrapassam os R$ 75.000,00 e os repasses entre governos federal e estadual, que somam R$ 22.000,00, resultando em um déficit mensal de cerca de R$ 53.000,00, os quais, desde que foi implantado os serviços, são pagos pelo município. O prefeito esclareceu as dificuldades de bancar os custos operacionais sozinho e apontou que, em caso de não composição, levará o assunto ao Ministério Público, e manifestará o interesse de atender somente Faxinal. O gestor fez a proposta para divisão das despesas, sendo 50% sob responsabilidade de Faxinal e os outros 50% para Mauá da Serra, Grandes Rios e Borrazópolis. “Conversei com o prefeito de Mauá da Serra, Hermes Wicthoff e ele concordou com o rateio entre os três municípios, agora peço a ajuda de vocês para poder continuar os serviços de urgência e emergência”, disse Gallo. Dalton Moreira, prefeito de Borrazópolis, sinalizou a vontade de contribuir, reconheceu a importância dos serviços e disse que apesar das dificuldades, vai consultar o departamento jurídico para ver a possibilidade. O vice-prefeito de Grandes Rios, Renato Batista Nunes, juntamente, com a Secretária de Saúde, Marli Ignácio de Almeida, sinalizaram positivo para ajudar Faxinal em manter o atendimento na região. O Secretário de Administração da prefeitura de Faxinal, Francisco Alfredo Ferreira, esclareceu que para materializar o acordo, basta o aceite dos municípios e, após este, será formalizado uma minuta de parceria estabelecendo os termos para o rateio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA