18/06/2021

ALERTA - Regional de Saúde de Apucarana alerta que Creolina não cura Covid

   A 16ª Regional de Saúde, de Apucarana, e algumas Secretarias Municipais de Saúde da região, divulgaram um banner orientado que "Creolina" não cura covid e pode matar. Recentemente, segundo informações extraoficiais, uma criança ingeriu o produto veterinário em Jandaia do Sul e houve casos em outras cidades como Apucarana. Tudo por conta de um vídeo ou áudio, com informações falsas, divulgados em redes sociais, entre elas: Whatsapp e Facebook. Recentemente, o Portal G1, também informou que circulava um vídeo em que um homem diz ter ficado curado da Covid-19 após tomar o desinfetante de uso veterinário creolina. "Eu passei por um momento muito difícil com a Covid-19. Eu resolvi fazer essa live hoje porque eu tomei a creolina ontem à noite com muita diarreia, com muita dor no corpo e eu fui curado", afirma. A mensagem é #FAKE. O  próprio Ministério da Saúde esclarece que, até o momento, não há nenhum medicamento, substância, vitamina, alimento específico ou vacina que possa prevenir a infecção pelo coronavírus ou ser utilizado com 100% de eficácia no tratamento. A Eurofarma, fabricante da creolina no Brasil, afirma que não há nenhum teste ou estudo de comprove a indicação para uso contra a Covid-19. Destaca ainda que o produto tem registro apenas no Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (Mapa) e não há registro da creolina na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que regula medicamentos farmacêuticos humanos. A Anvisa afirma que "não há pesquisa clínica autorizada pela Anvisa relacionada ao produto creolina. Também não há medicamento com este nome registrado na Anvisa". "Este produto é registrado na Anvisa como desinfetante e a ingestão pode causar diversos riscos à saúde, provocando, inclusive, danos permanentes ou até mesmo a morte." A creolina, segundo o fabricante, é um produto de uso ambiental e não deve ser utilizados em animais ou humanos. É um desinfetante e germicida, com comprovada ação bactericida e fungicida, de uso veterinário, e com eficácia comprovada como desinfetante de instalações rurais tais como: granjas, aviários, pocilgas, estábulos, haras, cocheiras, canis e galpões.   (Colaborou com a reportagem- Érica Froes Canello, de Borrazópolis) 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA