09/06/2021

APUCARANA - Roubo com sequestro de mulher e assalto a vigilante

  Dois roubos foram registrados em Apucarana, no dia 08 de junho, o primeiro deles, às 13 horas, na Rua Mato Grosso, onde uma mulher estava em seu automóvel, estacionado em frente a praça 28 de janeiro, momento em que foi abordada por um homem, branco, com máscara branca, trajando moletom escuro, aparentando ter entre 30 e 40 anos, armado com uma pistola, que entrou no carro e anunciou o roubo, obrigando a vítima a conduzir o carro até o fina da Rua Mato Grosso, onde o autor dos fatos abandonou a vítima na via pública e evadiu-se levando o Ford Ka e todos os pertences da vítima. OUTRO ROUBO - No dia 08 de junho, às 22h26min, na Rua Clotário Portugal, deu entrado no Pronto Atendimento Municipal, um masculino ferido com coronhadas, após ter sido roubado. A vítima afirmou que estava trabalhando de vigia na farmácia municipal e parado na Rua Clotário Portugal com Rua São Paulo, quando um indivíduo desceu de um automóvel VW Gol de cor branca, de posse de um revolver, subtraiu o seu celular e o golpeou na cabeça com uma arma de fogo, em seguida evadiu-se. A vítima ainda relatou conhecer o autor do crime, o qual mora na Rua Urânio. Ao chegar na casa indicada, foi percebido tudo fechado, o carro na garagem e o momento em que um simulacro foi dispensado pela janela. Logo o suspeito saiu por uma porta lateral e pulou muros e telhados, conseguindo fugir. Sua companheira, de 23 anos, atendeu os policiais e disse que não era um roubo, mas que o fato seria apenas uma cobrança de dívida. Todas as providência foram tomadas e o caso seria encaminhado a Polícia Civil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA