24/06/2021

MARILÂNDIA - Foco de raiva em herbívoros e diagnosticado na zona rural

     Em Marilândia do Sul, o médico veterinário, Rafael Salmazo, que é lotado na ADAPAR, de Apucarana, alertou que, em Marilândia do Sul, foi diagnosticado um foco de raiva em herbívoros em uma propriedade rural. A notificação foi no dia 12 de junho, sendo que, em 23 de junho, foi anunciado o resultado positivo. No link de vídeo, ouça a fala de Rafael, que explica em detalhes como proceder. Vale ressaltar que, no início de Junho, no site da prefeitura de Marilândia, foi publicada a informação que a vigilância Sanitária estava fazendo um alerta aos moradores de Marilândia do Sul e região, já que haviam sido diagnosticados dois casos do vírus da raiva em morcegos na 16º Regional de Apucarana. Os morcegos são passíveis de adquirir e transmitir várias enfermidades, sendo que a mais preocupante é a Raiva, uma doença viral, aguda e letal. A doença pode ser transmitida pela saliva de um animal infectado, através da mordedura, lambedura ou arranhadura. A incapacidade de voo é o primeiro sintoma observado nos morcegos raivosos, por tanto ao encontrar um morcego, com ou sem vida, voando em horário não habitual, ou seja, durante o dia) jamais se deve tocar sem proteção das mãos, ou deixar que animais de estimação e pessoas se aproximem. A indicação é isolar o animal e comunicar o serviço de saúde para remoção e encaminhamento para diagnóstico da raiva, pois todas as espécies mordem e podem estar infectadas com o vírus. Em caso de contato direto com morcego, isto é, se o morador for mordido, arranhado ou lambido pelo morcego, deve-se procurar imediatamente orientação médica.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA