12/06/2021

MAUÁ DA SERRA - Soja furtada de vagões é recuperada pela Polícia Militar

                        MAIS DETALHES                         
Após furto de soja de vagões da RUMO, a Polícia Miliar de Mauá da Serra prendeu um dos suspeitos, contra o qual já havia mandado de prisão 
 PRISÃO - Em Mauá da Serra, na Vila Santa Maria, a Polícia prendeu um homem acusado de furto. A prisão ocorreu em 11 de junho, e foi realizada pela equipe da PM, comando do Sargento Francis.  Consta que após ser localizada uma carga de soja furtada de vagões da RUMO, o principal suspeito foi apontado como sendo 
 Valdomiro Fogaça Gonçalves, o qual  já estava com mandado de prisão em aberto. Populares denunciaram que ele foi visto com um GM Sonic, trafegando pela cidade.  Ao patrulhar, ele foi encontrado na Vila Maria. Consta no boletim, que tentou empreender fuga, mas foi contido. Estava com R$ 2.402,00, em espécie.  Valdomiro negou que tenha cometido qualquer tipo de crime e disse que vai, mais uma vez, provar sua inocência. SOBRE O CRIME -    Como noticiamos, em Mauá da Serra, no dia 11 de junho, de 2021, na Rua Eydi Iano, fundo com Avenida Paraná, na Vila Maria, houve recuperação de carga furtada. A Polícia recebeu solicitação da equipe de vigilância Souza Lima, que informou ter ocorrido saqueamento de um dos vagões carregados com soja da empresa RUMO, que administra a linha férrea. Ao deslocar onde eles já faziam rondas, foi notado, pelas marcas de barro, que os sinais das pegadas levavam até os fundos da casa de número 143, que fica na referida Avenida Parana. Nela reside uma mulher,   que é irmã  de um cidadão, que  até pouco tempo residia na casa dos fundos. No endereço,  foi localizado um  grande volume de soja já ensacado, exatamente, na casa do fundo, que fica em um ponto estratégico, ou seja, em  frente  a Rua Eydi, próximo a linha férrea. No quintal,  coberto com lona, havia outra quantia, também já ensacada, total de 110 sacas com, aproximadamente, 5 toneladas do produto.  A mulher, a princípio, teria informado que o local pertence a seu irmão, o  qual possui indicativo criminal por furtos. Diante dos fatos, foram tomadas as devidas providências e, após o bom trabalho da PM, a  Polícia Civil,  instaurou inquérito para investigar os autores. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA