16/09/2021

BORRAZÓPOLIS - Aulas presenciais nas Escolas Estaduais são suspensas

A suspensão ocorreu após nossa reportagem pedir explicações ao Núcleo de Apucarana, em relação ao avanço da Pandemia no município e o descumprimento de decreto municipal
 Em Borrazópolis  uma polêmica foi instalada, por conta das Escolas Estaduais. O motivo é que, em plena pandemia, vale ressaltar que este está sendo considerado o pior momento da Covid-19 no município, com cerca de 200 casos ativos, dados do dia 16 de setembro, e a cidade batendo recorde de confirmações ao dia, sendo 32 confirmados em 15 de setembro, e 55 casos em 16 de setembro, e, mesmo assim, as duas escolas da rede estadual: Humberto de Alencar Castelo Branco e  Colégio José de Anchieta, continuavam com orientações, do NRE - Núcleo Regional de Educação, de Apucarana, para  manter as aulas presenciais, contrariando o decreto municipal, de número 160, que determina a suspensão das atividades escolares presenciais na rede municipal e estadual.
"O decreto, número 160, recepciona o decreto nº 8.705/2021, do Governo do Estado do Paraná, e fixa, por prazo determinado, medidas restritivas para o enfrentamento da pandemia da covid e dá outras providências. O Prefeito do Município de Borrazópolis, Estado do Paraná, usando das atribuições do seu cargo, que lhes são conferidas por Lei, determina, em seu artigo 2º, que ficam suspensas as aulas presenciais nas escolas públicas municipais e estaduais, assim como as atividades esportivas nos equipamentos públicos municipais", diz trecho do decreto, assinado pelo chefe do poder executivo, Dalton Moreira e o Secretário Municipal de Saúde, Marco Cetra Piva, documento que também adota outras providências. Alguns pais, ficaram preocupados, pelo fato de terem assinado  termo de responsabilidade, de envio dos filhos para a escola e depois  ficaram sabendo que alunos com familiares positivados ou pessoas em isolamento, em casa, estavam indo para sala de aula, além de terem conhecimento de que professores estavam afastados.  Diante da preocupação, nossa reportagem fez contato com a ouvidoria do NRE  de Apucarana,  já que recebemos informações, que o Núcleo estava resistente, alegando que um decreto municipal, não pode contrariar decreto  estadual. Inclusive, foi enviado para  a prefeitura, uma decisão liminar, neste sentido, obtida na região da Capital do Estado. Mas tarde, ainda no dia 16 de setembro, após o Blog do Berimbau e Rádio Nova Era, pedir explicações ao Núcleo, fomos informados que o órgão regional estava voltando atrás da decisão e as aulas foram suspensas, nas escolas Estaduais, de Borrazópolis enquanto durar o decreto do prefeito Dalton Moreia. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA