14/09/2021

IVAIPORÃ - Três casos de violência doméstica, dois motivados por traição

 No dia 13 de setembro, a Polícia Militar registrou três casos de violência doméstica, em Ivaiporã. O primeiro, às 07h47min, na Rua Mangueira. Uma mulher disse que o homem havia a agredido e queimando o seu braço com um cigarro. O motivo seria o choro do filho da vítima de, aproximadamente, dois anos de idade, fato que teria incomodado o autor. O acusado fugiu. O segundo chamado, foi às 15h35min, na Avenida Espanha. Neste caso, a solicitante relatou que seu convivente, pegou seu celular e viu uma mensagem de um colega de trabalho. Ele desconfiou que ela estava o traindo e não quis devolver seu celular. Somente mais tarde, foi a casa de sua mãe, que fica próximo e conseguiu recuperar o aparelho. Também afirmou que pretende se separar para evitar maiores transtornos. O terceiro boletim, foi às 18h00min, na Rua Visconde do Rio Branco, onde a PM, foi acionada duas vezes. Na primeira, a vítima disse que seu marido estava traindo ela e, ao discutir com ele, foi ameaçada, mas não chegou a ser agredida. O homem não foi encontrado. Por volta das 20 horas, novamente, ela acionou a Polícia, dizendo que o esposo havia voltado e que houve agressão. Com a chegada da viatura, o acusado negou os fatos de traição e agressão e que não tinha para onde ir, mas a mulher queria coloca-lo para fora. Após o casal ser orientado, entraram num acordo e não houve representação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA