10/11/2021

ORTIGUEIRA - Preso acusado de estupro e de agredir grávida provocando aborto

O crime revoltante é alvo de inquérito da Polícia Civil, que já localizou o acusado e prendeu. Ele está a disposição do poder judiciário   
 
 Policiais Civis da Delegacia de Ortigueira, comando do Dr. Andre Luis Garcia, prenderam, na tarde do dia 09 de novembro, um jovem, de 26 anos na Aldeia Indígena Queimadas, dando uma resposta rápida a sociedade, de um caso que gerou repercussão e revolta. Contra o indivíduo, havia um mandado de prisão pelo crime de estupro de vulnerável (abuso sexual conta criança). Ele também é investigado por ter agredido sua ex-companheira, que estava grávida, causando-lhe ferimentos que resultaram no aborto. Segundo o delegado, o feto apresentava sinais de fragmentação do crânio e fratura nos membros inferiores. O corpo foi levado ao IML - Instituto Médico Legal, de Ponta Grossa, a fim de ser submetido a exame de necropsia, que determinará com precisão as causas da morte. Já a gestante agredida, foi transferida para o Hospital Dr. Feitosa, em Telêmaco Borba, onde permanece internada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA