03/11/2021

SÃO JOÃO - Após furto, usuário de drogas foi detido com os objetos furtados

 A Polícia Militar, de São João do Ivaí, registrou furto, no dia 02 de novembro, Feriado de Finados, às 6h30min, na Rua Arcanjo de Biage. Morador disse que havia retornado para sua residência, na madrugada, e que sua esposa havia deixado um celular da marca Xaiomi, em cima de um móvel da sala, mas, após ir ao banheiro, não encontrou mais o aparelho. Porém como já era tarde, acharam que ela poderia ter deixado em outro local e foram dormir. No mesmo dia, por volta das 16 horas, perceberam que um notebook da marca Acer, também havia desaparecido. Foi acionado então, o dispositivo de localização do celular, o qual apontou um endereço na própria cidade. Ainda constataram, que haviam marcas de escalada no muro dos fundos. Os soldados foram até o residência, para onde o rastreador apontava, lá chegando, notou-se que o imóvel é de uma pessoa já conhecida no meio policial por efetuar pequenos furtos para manter seu vício, já que seria usuário de crack. A mãe do acusado, ao ver a equipe policial, começou a passar mal, dizendo ser diabética, falando ainda que não acreditava que seu filho teria cometido tal ato, mas que permitia uma varredura no quarto dele. No cômodo foi encontrado um notebook preto Acer, em cima de um guarda-roupas, bem como, ao seu lado, estava um celular Samsung de cor rose. Durante a procura, começou a emitir um som estridente e intermitente, que vinha de dentro de um baú. Ao abri-lo, se constatou que era o celular furtado dando sinal de alerta, apontando que a bateria estava acabando. Consta no boletim, que a genitora parecia não pactuar com as atitudes de seu filho. Então ela foi orientada quanto aos procedimentos cabíveis. A Polícia suspeitou que o celular Samsung, fosse oriundo de outro furto registrado em data anterior, sendo que todos os objetos foram levados para as vítimas e reconhecidos. AMEAÇA - Ainda, no dia 02 de novembro, na Rua Higor Bergossi Montani, uma pessoa relatou que seu filho, usuário de drogas, chegou alterado na residência e por diversas vezes passou a ameaçá-la de morte. O motivo é sempre o mesmo, quer dinheiro para comprar droga. Ao chegar ao local, a polícia também adotou as providências.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA