Páginas




 


01/02/2022

CONFRONTO - Em Mauá da Serra suspeito morreu em confronto com a PM

Polícia divulgou mais detalhes sobre a morte de um indivíduo em Mauá. A operação começou após um primeiro confronto, também com óbito, ocorrido em dezembro de 2021
Imagem de Londrina 
Imagem de Mauá da Serra 
  O delegado Dr. Ernandes, divulgou mais informações sobre uma operação, ocorrida neste dia 1º de fevereiro, de 2022, em Mauá da Serra. Segundo informações, a Equipe do Choque de Londrina, em apoio ao 10° BPM - Batalhão da Polícia Militar, equipe ROTAM e Destacamento de Mauá, foram realizar o cumprimento de mandado de prisão, quando foi surpreendida por indivíduo, que reagiu a abordagem. Houve então o confronto, com o suspeito vindo a óbito. Ele foi identificado como Valdomiro Fogaça Gonçalves, de 34 anos, que era acusado de alguns crime, como receptação de carga furtada de caminhões acidentados na Serra do Cadeado. Ele sempre negou crimes e dizer ser inocente. Na ocorrência, os Policiais não se feriram e foi feito acionamento do SAMU - Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, que atestou o óbito. Também foram acionados os demais órgãos, como Polícia Civil e o IML - Instituto Médico Legal. Na operação, um segundo suspeito foi preso, seu nome Edson Pereira, de 31 anos. As informações foram divulgadas pelo Tenente Coronel, Gustavo Batista Hauenstein, Comandante do 5º BPM, de Londrina. Mais tarde, Dr. Ernandes, informou que as investigações começaram em 22 de dezembro, quando houve assalto na região rural de Tamarana e Mauá da Serra, onde uma família foi feita refém. Naquela data, após um primeiro confronto, entre Mauá e Marilândia, resultou na morte do conhecido "Paçoca" - clique aqui - para rever notícia do fato. Um carro foi encontrado queimando e outros suspeitos fugiram. As investigações apontam que era uma quadrilha organizada, que vinha praticando crimes na zona rural desde Tamarana, Mauá, Marilândia e Faxinal. Na operação deste dia 01 de fevereiro, o segundo suspeito de envolvimento, estava junto de sua família e não esboçou reação. Ele foi preso e ficou a disposição do poder judiciário. Por meio de sua defesa, disse que vai provar inocência.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

CARREGANDO MAIS POSTAGENS...