Páginas




 


16/02/2022

IVAIPORÃ - Equipe ROTAM prende mais três por tráfico na Vila Nova Porã

 Mais um bom trabalho da equipe ROTAM, do município de Ivaiporã, resultou em prisões por tráfico de drogas. Um menor foi apreendido, recaindo sobre o traficante, também a acusação de corrupção de menor. No dia 15 de fevereiro, por volta das 22:30 horas, os soldados foram até a Vila Nova Porã, em um endereço  já conhecido, que é a residência de um homem, conhecido no meio policial. Seu nome não foi divulgado pela PM, mas segundo testemunhas, seria o indivíduo, que tem o apelido de "Mela". Consta que, no mesmo endereço, outras pessoas já foram presas, inclusive, o acusado, mas que, mesmo detido, continua controlando a venda de drogas. Neste dia 15 de fevereiro, o patrulhamento foi intensificado, após informações, que uma pessoa das iniciais R. M. S., havia sido contratada para abastecer a "boca de fumo" e ainda recolher o dinheiro das vendas. Aa fazer diligências, foi abordado um menor, de 15 anos, com dois potes de maconha, de 4,220 gramas e R$ 60,00 reais em dinheiro trocado. Ele confirmou as suspeitas, dizendo, que estava vendendo drogas há cerca de 2 meses para o "patrão", que é o "Mela", e que a pessoa das iniciais R. M. S., levava 30 pedras de crack por vez, e depois passava recolhendo o lucro. Também que ganhava R$100,00 reais a cada 30 pedras vendidas. Ainda indicou, no quintal, onde estavam escondidas as pedras de crack restantes, sendo localizadas mais 06 envolvidas em saco plástico de geladinho, pesando 500 miligramas. Diante dos fatos, a ROTAM, foi a casa do suspeito de abastecer o adolescente, que fica a cerca de 200 metros do local. Ao ser chamado, ele saiu correndo e pulou o muro dos fundos, mas já havia soldados fazendo o cerco e o prenderam. Ele carregava uma caixinha com R$1.780,00 reais em cédulas variadas e um papel com anotações referente a recebimento de dinheiro. Ambos foram detidos, ele é o menor, e levados para a Delegacia de Polícia, mas, por volta das 00h45min, de 16 de fevereiro, ou seja, horas depois, chegou denúncia, que outro indivíduo estava na residência, a fim de resgatar droga enterrada. Ao chegar ao local, o terceiro suspeito foi abordado. Ele passou a afirmar, que vende crack a mando do irmão, porém, comercializa na rua e que, seu referido irmão, tinha crack enterrado no quintal da casa, onde foi apreendido o menor. Também que havia pedido para ele resgatar entorpecente, porém ele não havia conseguido encontrar no quintal. Com o abordado havia R$40,00 reais. Novas escavações foram feitas, sendo possível encontrar mais dois invólucros contendo 20 pedras de crack, pesando 2.600 gramas. O último detido, confessou, ser ele a pessoa que enterrou o ilícito. Todas as providências foram tomadas e, moradores do Bairro parabenizaram a ROTAM, que tem sido insistente na busca pelos traficantes, os tirando de circulação, mesmo com as leis brandas, que faz com que logo estejam de volta nas ruas. Para a imprensa, a defesa do conhecido "Mela", nega que ele seja o controlador do tráfico, mesmo estando preso e que vai provar inocência.    (Em breve fotos do ilícito apreendido). 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

CARREGANDO MAIS POSTAGENS...