Páginas





 


30/06/2022

APUCARANA - Prefeitura recupera ruas de acesso ao Loteamento Mate Amargo

Dois trechos de ruas que dão acesso ao Loteamento de Chácaras Mate Amargo, na região do Contorno Norte de Apucarana, foram recuperados pela Secretaria Municipal de Serviços Públicos. Trata-se da Rua Arlindo Bresolin e do prolongamento da via, a Rua Benjamin Bossa, que somam cerca de 1,5 quilômetro. O prefeito Junior da Femac frisa que este é um trabalho emergencial, mas a Prefeitura já possui projeto para asfaltar estes dois trechos. “A Secretaria Municipal de Obras já elaborou o projeto, que agora está na fase de captação de recursos visando a execução. Os serviços que foram executados visam atender as necessidades imediatas dos moradores, pois é um local que vem crescendo inclusive com a implantação de uma área destinada à realização de eventos”, pontua Junior da Femac, acrescentando que as melhorias e o projeto para o posterior asfaltamento atendem reivindicação dos moradores apresentada pelo ex-vereador e atual secretário de Meio Ambiente, Gentil Pereira. De acordo com a secretária municipal de Obras, Angela Stoian, o trecho inicial desta via sofreu grandes danos com as chuvas registradas no mês de março. “Ali havia um problema antigo de enxurrada junto a um loteamento residencial em fase de consolidação que fica acima da rodovia e a água da chuva começou a invadir a pista, carreando na sequência a enxurrada para a estrada de acesso ao loteamento”, explica. O secretário interino de Serviços Públicos, Mauro Toshio Kitano, afirma que neste trecho inicial foi feita limpeza das laterais, o abaulamento do leito para facilitar o escoamento da água das chuvas e a abertura das caixas de retenção de água. “O serviço foi complementado com bica corrida, que é uma brita mais grossa misturada com pó de pedra”, esclarece. Já no prolongamento da via - na Rua Benjamin Bossa, onde ficam as chácaras do loteamento – a melhoria envolveu a operação tapa-buraco. “No ano passado, colocamos resíduo de asfalto neste trecho. Agora, corrigimos os buracos que surgiram, com a colocação de brita graduada e emulsão asfáltica”, detalha Toshio. O trabalho foi desenvolvido por 12 operários, que contaram com o suporte de um rolo compactador, motoniveladora, retroescavadeira e seis caminhões.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

CARREGANDO MAIS POSTAGENS...