Páginas




 



 


31/08/2022

GUARAPUAVA - Caso da mãe que matou filhos e manteve corpos no apartamento

Continua repercutindo na imprensa nacional, o caso da mãe suspeita de matar filhos e manter os corpos dentro de casa por 14 dias, em Guarapuava. Em novos detalhes, divulgados pela Rede Globo, foi informado no Portal G1, que Polícia Civil suspeita que a menina de 10 anos, uma das vítimas, tenha sido mantida viva junto ao cadáver do irmão mais novo, de três anos. Segundo a delegada responsável pela investigação, a mulher de 30 anos confessou ter matado as duas crianças às autoridades quando eles chegaram no apartamento e realizaram a prisão, no sábado (27). Depois, no interrogatório oficial, ela permaneceu em silêncio e teve a prisão preventiva decretada pela Justiça. Ana Hass afirmou na terça-feira (30 de agosto) que a suspeita só será confirmada com o resultado do laudo pericial. Ainda conforme a delegada, se comprovado que a criança foi mantida junto ao cadáver, o inquérito pode ainda indiciar outros crimes, como de tortura e cárcere privado. A advogada de defesa da mãe, Andreia Farias, disse que busca contato com a cliente e que vai pedir exames médicos psiquiátricos para apurar a saúde mental da mulher. Até o momento, ela deve ser responder pelos crimes de duplo homicídio, ocultação de cadáver e fraude processual. A suspeita é de crime premeditado. Para ler mais mais detalhes, clique neste link do Portal G1.  (Foto do porta RicMais). 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

CARREGANDO MAIS POSTAGENS...