Páginas




 


31/08/2022

ORTIGUEIRA - Klabin: um bom ou mau negócio para o município?

Em Ortigueira, muito se fala dos avanços trazidos para o município, pela empresa Klabin, que investiu milhões na instalação dos projetos ou de sua fábricas. Em 2021, noticiamos, por exemplo, que a segunda fase do Projeto Puma II da Klabin, que consistia na construção de uma nova máquina de papel-cartão (MP28), iria gera 4,5 mil vagas diretas e indiretas de trabalho nos próximos dois anos. O pico das atividades no canteiro de obras, era previsto para maio e setembro de 2022. E quando a máquina nova entrasse em operação, outras cerca de 350 vagas fixas de trabalho. Mas neste dia 31 de agosto de 2022, recebemos as imagens publicadas nesta nota e com o seguinte comentário: "Klabin comprando terras em Ortigueira, enquanto isso, o povo e os bichos vão sendo expulsos. Ainda tem mais, o desmatamento acontecendo, colocando fim as minas e secando as água dos nossos rios. Quem poderá nos defender", diz a nota.  A empresa tem negado desmatamento ou prejuízos ao meio ambiente, alegando que age de forma sustentável. 
ESTAMOS DE OLHO. 

Um comentário:

  1. O blog não ouviu os dois lados. Temos uma área arrendada para a Klabin e somos testemunhas do zelo com o meio ambiente. No contrato há uma série cláusulas relativas a conservação com multa pesada para quem não conservar. Eles não fazem desmatamento. Para se ter uma ideia, na metade do ano passado quiz cortar árvores de pinos que nasceram espontaneamente (para corte de pinos não há nenhuma restrição na legislação brasileira, pois é uma espécie considerada exótica trazida de outro país). Para cortar foi bem burocrático. A Klabin argumentou que apesar do pinos ser liberado, poderia cair e estragar árvores nativas... Portanto, penso que é importante o blog verificar a realidade e não ficar publicando baseado apenas em um lado.
    É claro que muitos não gostam do plantio de florestas perto da sua propriedade, nem da expansão da monocultura na sua cidade. Compreendo plenamente isso. Porém, é necessário olhar para a realidade dos fatos e não apenas publicar com base no achometro das pessoas.

    ResponderExcluir

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

CARREGANDO MAIS POSTAGENS...