Páginas


23/10/2022

Reunião da AMUVI em Lidianópolis debate a polêmica questão das Hidrelétricas

Assista matéria completa do evento 
No dia 22 de outubro de 2022, uma reunião foi convocada pela AMUVI - Associação dos Municípios do Vale do Ivaí, que tem como presidente o prefeito Carlos Gil, de Ivaiporã, para acontecer no Porto Ubá, em Lidianópolis, onde está a sede da Z-17, Associação de Pescadores Profissionais. A ideia foi reunir autoridades políticas e também ambientalistas, assim como demais pessoas interessados na defesa do meio ambiente. O assunto em pauta, já havia sido debatido em 2012, mas voltou a ser discutido, após matéria do Blog do Berimbau e Rádio Nova Era, revelando a intenção de empresas em edificar empreendimentos do tipo PCHs - Pequenas Centrais Hidrelétricas ao longo do Rio Ivaí, Rio Piquiri e outros (Barragens). Além do prefeito Carlos Gil, também estavam presentes: Aparecido Buzato, vice-prefeito de Lidianópolis, representando o prefeito Adauto Mandu; prefeito Pedro Taborda, de Rio Branco do Ivaí; prefeito Lauro Junior, de Jandaia do Sul; prefeito Moisés Andrade e vice-prefeito Anizio Marcelino de Rio Bom; prefeito Natal Casavechia, de Cruzmaltina; prefeito Reinaldo Grola, de Lidianópolis; Alexandro Jubanski, presidente da Câmara de São João do Ivaí; vereadora Verá Lúcia (Tuca), de Borrazópolis e Secretário do Meio Ambiente, Alessandro Canello, representando o prefeito Dalton Moreira; Padre Paulo Cesar Alves, de Borrazópolis; Carlos Henrique de Souza, que é chefe do escritório regional do IAT - Instituto Água e Terra (antigo IAP) de Ivaiporã; Fábio Couto Rosa, agricultor e ex-presidente do Amuvitur; vereador Vilson Ferreira de Castro, o "Corró", de Cruzmaltina; Gertrudes Bernardy, presidente da Câmara de Ivaiporã e da associação de vereadores: ACAVI; outras autoridades, empresários e comerciantes, além do principal palestrante, que foi o promotor de justiça, Dr. Robertson de Azevedo, que, atualmente, atua como promotor substituto da 42ª Seção Judiciária, Paranavaí e continua ativo nas questões de meio ambiente, também como professor colaborador no PEA/UEM (Programa de Pós-graduação em Ecologia de Ambientes Aquáticos Continentais, ao qual o Nupélia está associado) e no ProfÁgua, como mestrado profissional em nível nacional em Gestão e Regulamentação de Recursos Hídricos, UTFPR, Campo Mourão. Presença ainda do Milton", conhecido "Miltinho", que é o presidente da Associação de Pescadores do Porto Ubá; coordenador Amarildo e outros profissionais da pesca. Destacar ainda a presença e participação importante dos palestrantes: Professor da UEM de Maringá, Edson Okada e Andréa Bialetzki, do (CCB/NUP) Nupélia - Núcleo de Pesquisas em Limnologia, Ictiologia e Aquicultura, e da professora Simone Quiesi, de Lidianópolis, que está fazendo Doutorado na UEM, os quais abrilhantaram o evento com importantes conhecimentos, dados e informações da atividades de pesca e o bioma, que serão, segundo ele, severamente afetados com a construção de barragens no Rio Ivaí. "É ilusão imaginar que Barragens é um bom negócio. Afeta a piracema, porque os peixes não conseguem mais subir e se sobem não descem. As indenizações de sítios são por valor irrisório, com base no ITR declarado e terra produtiva fica embaixo da água; a mão de obra para construir vem de fora; os municípios não recebem nada; há um impacto ambiental considerável e, além do mais, todos os Rios do Paraná, praticamente, estão barrados e o Paraná é autossuficiente, portanto já demos nossa contribuição ao Brasil, além de existir outras caminhos para gerar energia", disse o promotor Robertson. A ideia do grupo é manter o Ivaí e o Piquiri, sem barragens, até para que eles possam continuar alimentando os demais Rios do estado, todos afetados por estes empreendimentos. O prefeito Carlos Gil, avaliou como importantíssima a reunião, uma forma de tomar um conhecimento técnico a respeito desta questão e, desta forma, adotar medidas de proteção para que a região não seja prejudicada. No link de vídeo, há entrevistas com: Carlos Gil; promotor Robertson e pronunciamentos de participantes do evento, como o padre Paulo, prefeito de Rio Branco do Ivaí, vice-prefeito de Lidianópolis e outros. No dia 04 de novembro, em Rio Branco do Ivaí, está sendo organizada a 1ª Oficina para Valorização do Território do Rio Ivaí, com pessoas dos municípios da região, UEM e UTFPR.. Haverá mostra de 2 vídeos e 'preenchimento" de mapa do rio com as atrações indicadas pelas pessoas presentes. Vale ressaltar que Rio Branco, também teve uma barragem que chegou a ser autorizada. Clique aqui para acessar a última matéria publicada pela nossa reportagem, em que o promotor Dr. Robertson de Azevedo, esteve em Borrazópolis, orientando vereadores, prefeito, vice-prefeito e demais moradores, em 2022, sobre o tema.










Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

CARREGANDO MAIS POSTAGENS...