Páginas


28/11/2022

Ivaiporã, Faxinal, Borrazópolis e Ariranha com confusões familiares

IVAIPORÃ -
No dia 27 de novembro, às 16 horas, no Sítio Lima, foi informado que um rapaz havia ameaçando os pais. Chegado ao local, foi feito contato com a mãe. Ela relatou que seu filho chegou embriagado e com sinais de uso de drogas, e passou a xingar e fazer ameaças de morte. De posse de um gancho de pendurar carne, ainda passou a fazer ameaças. Relata ainda que o fato e recorrente e seu filho já foi preso pelo mesmo motivo. Diante do relatado, o acusado foi detido. Ele negou todas as acusações. FAXINAL - Em Faxinal, no dia 27 de novembro, por volta das 21h18min., na Rua Cândido Bastiani, o morador passou a relatar, que chegou em casa após o trabalho, e questionou sobre o jantar para sua esposa, pois não havia comida pronta, sendo que ela ficou alterada e, além de xingá-lo, o agrediu utilizando um ferro de passar roupa, o que ocasionou um corte em seu dedo médio da mão direita. Com a chegada da PM, a mulher já tinha deixando o local e o marido não quis representar. BORRAZÓPOLIS - Em Borrazópolis, no dia 27 de novembro, às 09h42min, Rua São Paulo, uma mulher foi acusada de invasão de domicílio. Quando a viatura estava saído, ela chegou no destacamento. Consta no boletim, que a moradora já é conhecida da equipe policial por já ter atendido ocorrências da mesma natureza. Ela estava conduzindo um Fiat Pálio, e estacionou no pátio do Destacamento, em frente ao portão da garagem da viatura, sendo que seu carro possui débitos com o Detran e foi apreendido. Como ela disse que havia sido agredida pelo ex-marido, e tinha escoriações no braço, a Polícia foi ao local. O homem negou, disse que consta vários boletins contra ela, que invadiu a residência, quebrou o vidro da janela e um vaso de barro e ainda agrediu seu filho. Ao tentar segurá-la, ela caiu e se feriu, mas que, em nenhum momento a agrediu. A Polícia tomou todas as providências. Nomes não foram informados. ARIRANHA - No dia 27 de novembro, às 22 horas, na Rua Alfredo Greipel, Distrito Alecrim, a solicitante relatou que seu ex-marido falou para sua vizinha, por volta das 18 horas, que naquela data colocaria fogo na casa e iria esfaqueá-la. Por volta das 23hs, ele chegou, abriu o portão e foi até a porta, que estava trancada, e começou a gritar dizendo que era para abrir, senão ele iria colocar fogo, porém a porta não foi aberta e o autor começou a chutar, até que seu sobrinho abriu e pediu para que ele se retirasse. Porem disse que não ia sair e pegou uma faca que estava em sua cintura. Diante dos fatos, seu sobrinho pegou uma cadeira. Na confusão, a faca caiu no chão, mas o homem pegou outra faca na cintura e continuou as ameaças. Com a chegada da Polícia, o acusado foi detido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

CARREGANDO MAIS POSTAGENS...