Páginas


18/01/2023

Serviços com guindaste do DER/PR na BR-277 entram na reta final

O Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER/PR) continua avançando na obra de recuperação da BR-277 no km 39 e km 41, na região do Litoral, e deve concluir mais uma etapa nos próximos dias, com a retirada de seu guindaste do trecho. O equipamento, usado para içar equipes de trabalho acima do paredão rochoso do km 41, deve concluir os serviços no ponto mais alto do escorregamento de terra nesta semana. Após a limpeza da encosta será estudada a viabilidade de retirar o guindaste, que deverá ser substituído por andaimes, posicionados rente à rocha, permitindo a liberação de mais uma faixa de tráfego no local. Com isso, a rodovia ficará com três faixas operando do km 39 ao km 41, e em duas faixas somente na altura do km 42, onde o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) atua com guindaste próprio, em outro ponto de escorregamento de rochas. O DER/PR está com guindaste e um caminhão com jato de água de alta pressão no trecho, desde 9 de janeiro, para realizar os serviços emergenciais de contenção de talude danificado. Eles consistiram na remoção de blocos soltos e lascas de rocha da encosta, bem como de terra sem contenção. O objetivo é evitar que esse material eventualmente caia sobre a pista, fazendo a sua retirada de modo controlado, com segurança para usuários e funcionários da obra. No km 39, onde o escorregamento de terra foi de porte menor, continuam em andamento os serviços de execução de muro de solo-cimento na base do talude, garantindo contenção de materiais eventualmente deslocados pela ação das chuvas. O guindaste também foi utilizado no local, bem como um equipamento semelhante, de menor porte. Ainda foram implantados dispositivos de drenagem para garantir que a água não fique acumulada na pista ou acostamento. A previsão é de liberação de quatro faixas da BR-277 entre o km 39 ao km 41 até o dia 25 de fevereiro, com as obras prosseguindo na encosta até o final de março, mas sem necessidade de grandes desvios de tráfego nestes km. O DER/PR permanece monitorando as condições da encosta, bem como o impacto das condições climáticas no local, com chuvas prolongadas podendo atrapalhar o andamento da obra. 30 DIAS – O DER/PR e a Secretaria de Infraestrutura e Logística do Paraná anunciaram, em 16 de dezembro, um acordo com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) para assumir integralmente as obras de recuperação da BR-277 no km 39 e km 41, com o órgão federal permanecendo responsável pela obra no km 42. A medida foi necessária para garantir a execução dos trabalhos com a maior celeridade possível, uma vez que o DNIT não contava com os recursos para as contratações necessárias. No dia 19 de dezembro, há exatos 30 dias, o DER/PR entrou no trecho com os serviços iniciais de limpeza da pista, que ainda estava com lama, além da limpeza e recomposição dos dispositivos de drenagem nos dois locais, garantindo o escoamento de água da chuva. Em 21 de dezembro, com implantação de barreiras de concreto New Jersey para garantir a segurança do usuário, foi liberada uma faixa adicional na altura do km 39. A barreira conteve um novo escorregamento de terra de pequeno porte no local durante a madrugada do dia seguinte, com a faixa extra ficando fechada por algumas horas enquanto a encosta era inspecionada. As obras seguiram sem interrupções durante o recesso do fim de ano, inclusive nos feriados. Foram realizados serviços na encosta para atenuar novos danos, assim como desobstrução de canaletas para evitar o acúmulo de água nas margens da rodovia, constante limpeza e manutenção da sinalização, entre outros. Desde o início da obra foram realizados análises e estudos geológicos para elaboração dos projetos de recuperação da encosta, que resultaram no início dos serviços de contenção emergencial, iniciados em 9 de janeiro. COMUNIDADE PORTUÁRIA – Empresários da comunidade portuária do Paraná se reuniram nesta semana com o secretário estadual de Infraestrutura, Fernando Furiatti, e o superintendente Regional do DNIT no Estado, Christiano Schineider Machado, para tratar sobre o andamento das obras na BR-277. O encontro, realizado na sede da Portos do Paraná, reforçou o compromisso de diálogo e transparência dos poderes públicos com a iniciativa privada. Foram apresentados os esforços nas obras emergenciais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

CARREGANDO MAIS POSTAGENS...