sábado, 6 de outubro de 2018

BOM SUCESSO - CONFRONTO E MORTE

A Polícia Militar foi atender ocorrência e deparou com um homem armado. Ele reagiu e, ao revidar a injusta agressão, os policiais feriram o suspeito que entrou em óbito 
          Um indivíduo morreu, em confronto com a Polícia Militar, em Bom Sucesso, cidade da região Vale do Ivaí. Consta que a ocorrência foi registrada às 21 horas, de 05 de outubro, como disparo de arma de fogo, lesão corporal, violação de domicilio e porte e posse de arma de fogo. Houve solicitação indicando que na Rua Vereador Lourenço Filho havia ocorrido disparos de arma de fogo e que a pessoa de Juliano Machado, de 32 anos, ainda estava portando arma branca. Com apoio de São Pedro do Ivaí, o Destacamento local iniciou deslocamento e, ao chegar no endereço, populares passaram a apontar a casa onde o rapaz havia, supostamente,  invadido e que ele realmente tinha feito disparos. Ao cercar a residência, os soldados perceberam o suspeito pulando muros até sair na Rua Aracati, onde reside uma senhora, que seria madrinha de Manchado, mulher que começou a gritar por socorro, afirmando que o invasor tentava arrombar a porta de sua residência, certamente para se esconder. Quando os PMs visualizaram a situação, deram voz de prisão,  exigindo que o acusado soltasse a arma, o que não ocorreu: "Quando recebeu voz de abordagem, com claros comandos verbais para que se mantivesse imóvel, a ordem que não foi acatada. Ele apontou a arma em direção aos policiais de Bom Sucesso e disparou, obrigando as equipes a revidar;  tiros que o feriram. Foi acionado o Corpo de Bombeiros, para prestar socorro, mas ele entrou em óbito. Em seguida também foi acionada a Polícia Civil e o IML de Apucarana, para as devidas providências", informou o boletim de imprensa divulgado pela Polícia Militar. Há informação que Juliano era ex-amásio de Maria Ariana da Silva, uma mulher de 35 anos, que foi assassinada em São Pedro do Ivaí, no dia 29 de setembro, de 2018, às 22:35 horas, na Rua Maria Thereza n°83, Bairro Juju, e que, inclusive, a arma que estava em posse do suspeito, pertencia ex-companheira. Para rever este assassinato - Clique Aqui. (Reportagem com colaboração de André Amaral)