quarta-feira, 3 de outubro de 2018

ELEIÇÕES 2018: Entenda a diferença entre voto branco e nulo

            No próximo domingo (7 de outubro), os eleitores brasileiros vão às urnas para votar em seis candidatos, porém, não é todo mundo que quer exercer o seu voto, já que existe a opção de votar em branco ou nulo. O fato é que o descontentamento da população com a política atual tem aumentado o número de votos brancos e nulos. Então, para ficar mais claro a diferença de um para outro: o cidadão vota nulo quando digita um número que não pertence a nenhum candidato e depois aperta o botão "confirma". Já o voto em branco é registrado quando o eleitor pressiona o botão "branco" e em seguida a tecla verde para confirmar.   É importante também que o eleitor saiba que, ao contrário do que têm sido dito nas redes sociais, votos brancos não são direcionados para o candidato que está à frente na votação. Esse mito surgiu com o antigo Código Eleitoral de 1965, que determinava que os brancos contassem para o quociente eleitoral, mas a regra caiu com o código aprovado em 1997.  No próximo domingo (7), os eleitores brasileiros votarão para deputado federal, seguido de deputado estadual ou distrital, senador 1, senador 2, governador e, por último, presidente da República. Até esta quinta-feira (4), os candidatos vão poder usar o horário de propaganda gratuita para conquistar os votos do eleitorado, que soma mais de 147 milhões de brasileiros.