quinta-feira, 4 de outubro de 2018

TRAGÉDIA - Sepultamento em Grandes Rios do homem morto em Maringá

Élcio José Baldo foi morto dentro de um Hospital Psiquiátrico de Maringá, mas a família é de Grandes Rios 
                A família do Élcio José Baldo, de 52 anos, decidiu velar e sepultar, às 15 horas, deste dia 04 de outubro, de 2018, em Grandes Rios, o corpo do homem que foi morto dentro de um Hospital Psiquiátrico de Maringá. As informações foram confirmadas por parentes e pela Funerária Grandes Rios. Élcio era filho do pioneiro Antônio Baldo, de Grandes Rios, Vale do Ivaí,  cidade onde reside a maior parte da família. Como vários órgãos de imprensa noticiaram, entre eles, a Rádio Nova Ingá, o paciente, foi assassinado na tarde desta quarta-feira (03 de outubro, de 2018). Um outro interno é acusado de crime. "Trabalhadores de uma empresa, entraram no local para prestar serviço e deixaram as ferramentas dentro do Hospital, sendo que uma delas foi utilizada para o crime", informou um família ao Blog do Berimbau e Rádio Nova Era. Durante a briga, Élcio foi agredido com algum objeto perfurante na região do tórax. Policiais militares, socorristas e paramédicos do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), foram chamados, porém a vítima não resistiu aos graves ferimentos e morreu no local.



ROLAGEM INFINITA