segunda-feira, 11 de março de 2019

BORRAZÓPOLIS - Servidor reintegrado a Câmara, encontra porta fechada

Contador Assis Rodrigues, funcionário da Câmara Municipal de vereadores, que estava afastado, foi reintegrado por ordem judicial, mas encontrou o legislativo fechado 
          No dia 13 de março, de 2019, recebemos informações que um oficial de justiça, da Comarca de Faxinal, notificou o vereador Cesar da Silva Soares, o "Cesar do Posto", do PSL, para que ele reintegrasse ao cargo de contador, o servidor Assis Rodrigues, que é um dos dois funcionários que foram afastados após a posse da nova mesa diretora, que alega ter constatado supostas irregularidades, mas na manhã deste dia 14 de março, de 2019, ao retornar ao trabalho, Assis encontrou o legislativo fechado. Nossa reportagem foi ao local onde o funcionário estava com cópia do documento da ordem judicial, mas não conseguiu acessar o prédio, por isso, ficou indignado e interpretou o fato, do presidente da Câmara fechar o local público, como um descumprimento de ordem emanada pelo Juiz da Comarca de Faxinal. "Se o presidente da Câmara não concorda com o que o juiz determinou, ele tem todo direito de recorrer da decisão, mas fechar um órgão público e dispensar funcionários que estão trabalhando, numa espécie de retaliação, é algo que não pode acontecer", disse um apoiador do servidor Assis, que não concorda com seu afastamento. OUTRO LADO - Já o vereador Cesar, confirmou que foi realmente notificado e que a decisão atinge apenas um dos dos servidores afastados do cargo; afirmou ainda que o motivo, foi porque no pedido de afastamento formulado, cuja cópia foi entregue a promotoria de justiça de Faxinal, não constava o nome de Assis Rodrigues, brecha utilizada pelo advogado de defesa para conseguir a reintegração. Também afirmou que o procedimento está sendo ratificado e acredita que, em breve, o poder judiciário vai reformar a decisão e manter o afastamento por 60 dias. Sobre fechar a Câmara Municipal, Cesar alega que baixou uma portaria, no dia 13 de março, dispensando não somente Assis, mas todos os servidores, para fazer um procedimento, que faz parte da auditoria, e que na segunda-feira, dia 18 de março, de 2019, Assis e os outros servidores poderão voltar ao trabalho normalmente e que não há retaliação ou descumprimento de ordem. SOBRE A POLÊMICA Algumas matérias foram postadas no Blog do Berimbau, sobre a polêmica da Câmara Municipal de Borrazópolis, a última detalhes, detalhando os acontecimentos, o leitor pode rever clicando no link  - Clique Aqui.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA