quarta-feira, 29 de maio de 2019

TRAGÉDIA - Em Faxinal os corpos de três crianças foram localizados

                  TRAGÉDIA EM FAXINAL            
Família caiu com veículo dentro do rio, pai e mãe se salvaram, mas os filhos  Lorena (08 anos) Marlon (13 anos) e Gilson (14 anos) foram levados junto com o carro e morreram afogados 

    Lorena Cinira Pontes Taborda, de 08 anos; Marlon Vinícius Pontes Tabordas, de 13 anos, e Gilson Patrik Pontes Martins, de 14 anos, são os nomes  dos três irmãos que morreram vítimas de uma  tragédia na zona rural de Faxinal, que  confirmada, na manhã de 29 de maio, de 2019, por meio de uma  nota oficial divulgada pelo Corpo de Bombeiros Apucarana. "Informamos que na manhã desta quarta-feira (29 de maio) foram reiniciadas as buscas aos três irmãos que desaparecerem na tarde de ontem, após o carro em que estavam ter sido arrastado pela correnteza numa afluente do Rio Pereira, na região rural de Faxinal. Equipes do Corpo de Bombeiros de Apucarana e Londrina e Bombeiros Comunitários de Faxinal realizaram buscas terrestres e aquáticas e após indicação de pessoas que afirmaram terem localizado o veículo, deslocaram ao local indicado, encontrando o carro submerso com as crianças ainda em seu interior. Mergulhadores do Corpo de Bombeiros fizeram a retirada dos corpos das vítimas de dentro do veículo e na sequência a retirada do carro da água. A Polícia Militar, o IML de Apucarana e a Polícia Civil de Faxinal estiveram no local, bem como demais órgãos de apoio", diz O boletim assinado pela Comunicação Social do 11º Grupamento de Bombeiros de Apucarana. O Subtenente Polato, do Bombeiro Comunitário de Faxinal, ao vivo pela Rádio Nova Era e Blog do Berimbau, fez a leitura da referida nota. Para retirar os corpos, os Bombeiros fizeram o mergulho e foram tirando um de cada vez. A menina, estavam no porta malas do veículo. Mais cedo, também ao vivo, direto da zona rural de Faxinal, os Pescadores do Porto Ubá, município de Lidianópolis, que formaram um grupo de voluntários denominado "Patrulha Ambiental", afirmaram que patrulhando o local, com um barco, por volta da 01:30 da madrugada, haviam localizado o veículo, a 150 metros do ponto onde houve o acidente e a mais ou menos quatro metros de profundidade. "Encontramos o veículo, marcamos a localização e estamos aguardando os Bombeiros para fazer a remoção", disse o pescador Eduardo Souza, o conhecido "Mula", em entrevista ao repórter Ronaldo Senes, o Berimbau. SOBRE O CASO  -  O clima de comoção tomou conta da região Vale do Ivaí, assim que as primeiras informações da tragédia começaram a serem divulgadas neste dia 28 de maio, de 2019, terça-feira. Na Estrada do Barreirinho, na ponte que fica localizada na altura da Fazenda do Lozo, ou "Fazenda Vovozinha", a cerca de 15 quilômetros da cidade de Faxinal, na zona rural, a família do senhor Gerson Taborda Martins, de 46 anos, esposa Patrícia C. Pontes, de 29 anos, tentou passar na referida ponte, quando o carro, divulgado inicialmente como um Fusca e depois como sendo um Gol, caiu dentro do Rio. A mãe e o pai, conseguiram abrir a porta, sair e tentar socorrer os três filhos de 08, 13 e 14 anos, que provavelmente estavam no banco de trás, mas logo o carro submergiu levando aquelas que eram a razão de viver do casal. Há informações, que as crianças, não conseguindo deixar o interior do automóvel, ainda inciaram o fechamento dos vidros para que água não entrasse, mas foram levados juntos para o fundo do córrego.  Há muitas versões sobre as causas da tragédia; uma delas foi divulgada, em nota pelo Corpo de Bombeiros, de Apucarana, revelando que houve a ocorrência do fenômeno conhecido como tromba d´água, por isso, as vítimas foram surpreendidas e sofreram o acidente. Um morador do local, informou que, na verdade, a água passava sobre a ponte e o motorista tentou chegar ao outro lado do Rio, mas errou ou derrapou na cabeceira da travessia de concreto. Os detalhes exatos, a Polícia vai tentar apurar, o fato é que após os fatos, os pais ficaram em estado de choque e precisaram de internamento. Já os Bombeiros Comunitários, agentes Júlio e Albert, que foram os primeiros a chegara ao local, com ajuda de uma caminhoneta da vigilância sanitária, devido ao difícil acesso, acionaram, logo em seguida, o Grupamento de Apucarana. Buscas foram feitas no Rio, o que só foi confirmado na manhã de 29 de maio.  VELÓRIO - Clique aqui para saber detalhes do velório e sepultamento. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA