quinta-feira, 31 de outubro de 2019

MARUMBI - POLÊMICA DO VEREADOR

Após confusão na Secretaria de Educação, vereador acusado de calúnia, difamação e injúrias contra professores,  recebe uma espécie de pena para que efetue pagamento de valores para por fim ao processo na esfera criminal 
       Recentemente noticiamos que o vereador Natalino Pires, o "Oncinha", de Marumbi, havia sido alvo de uma denúncia, inclusive foi levado para a Delegacia de Jandaia do Sul, detido, por conta de um atrito com servidores municipais na secretaria de educação. Com o argumento de que estaria fiscalizando funcionárias, ele foi até o local e houve confusão. Professores, secretária de educação e pessoas que estavam no local, naquele dia, o acusaram de, em tese, ter cometido crimes de: ameaça, injúria, calúnia e difamação. Para rever esta reportagem - clique aqui.   "Oncinha", negou as acusações dizendo que foi apenas fiscalizar o suposto uso indevido de um veículo público e outras supostas irregularidades.   O resultado desta polêmica, foi uma audiência preliminar, com as partes envolvidas, que aconteceu no fórum de Jandaia do Sul, em 28/10/2019, às 12:45 horas.  Perante ao mediador, ficaram frente a frente, o acusado e as vítimas. Diante dos fatos, o Ministério Público Estadual de Jandaia do Sul/PR., ofereceu, nos termos do Art 76, parágrafo 2, da Lei 9099/95., a proposta de transação penal consistente no pagamento de uma prestação pecuniária de 01 salário mínimo, parcelada em até 10 vezes, foi aceita pelo acusado para por fim ao processo na esfera criminal. Familiar de uma das servidores que foram vítimas do parlamentar, ligou para nossa reportagem (Blog do Berimbau), cobrando o porque não tínhamos divulgado que o político estava sendo obrigado a pagar uma espécie de multa, pelas injúrias que cometeu:  "Fico indagado que professoras e pessoas que trabalhem na área de educação, que já tem tantos problemas no dia a dia, tenham que ir parar numa delegacia ou no fórum, coisa que nunca aconteceu, por conta das atitudes de um vereador, isso é um absurdo. Ele deveria saber que essas funcionárias são mães, esposas, filhas, enfim,   pessoas de bem da comunidade. Isso sem contar que o vereador tinha acabado  de sair de um julgamento, por tentativa de homicídio, no qual alegou inocência", reclamou o cidadão.  OUTRO DENÚNCIA -  Também consta contra o vereador, uma outra denúncia, esta foi feita pelo prefeito Adhemar Rejani, que o acusa de ameça e injurias.  Cópia do boletim de ocorrência, está anexada a esta reportagem. Este caso ainda será objeto de uma segunda audiência preliminar, que também vai acontecer no Fórum de Jandaia.   

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA