30/01/2020

ASSALTO - Recuperado o veículo do assalto de 87 mil em celulares

O carro da vítima foi encontrado na zona rural de Ivaiporã. No dia do crime o cidadão foi feito refém em Manoel Ribas e trazido de volta para sua casa em Ivaiporã 
      Na quarta-feira, dia 29 de janeiro, por volta das 16:30 horas, a Polícia Militar, de Ivaiporã, confirmou que recuperou, em estado de abandono, numa Estrada Rural, próximo a Coamo, local que já é município de Jardim Alegre."Visualizamos o automóvel Peugeot 206, ano 2006, modelo 2007,  na preta e placas DRD-9659 de Araruna-PR, no meio de uma plantação de soja, com as portas abertas, sem aparelho de som, sem chaves e sem estepe. Em busca veicular, foi localizado um telefone celular Asus Zenfone 2, um Powerbank (carregador) e diversos documentos", informou o boletim da Polícia Militar.  SOBRE O ROUBO -  Conforme noticiamos, no dia 28 de janeiro, de 2020, terça-feira, às 10h45min, na Rua Presidente Kennedy, um cidadão de Ivaiporã, informou estava com seu veículo Peugeot SW de cor preta, indo sentido ao município de Cândido de Abreu, na companhia de um amigo, quando no trecho da rodovia, após Manoel Ribas, dois veículos passaram a persegui-lo, sendo um Duster de cor preta e um ônix de cor prata. Durante essa perseguição, o Onix emparelhou- lado a lado e meliantes apontaram duas pistolas. Assim que as vítimas pararam, um meliante moreno, de estatura média, trajando um casaco preto e calça jeans e um segundo ladrão, de cor branca, de estatura média, trajando calça jeans, camiseta preta com brasão no peito e na parte de trás (costas) que trazia a inscrição polícia civil, e ainda tatuagem no antebraço esquerdo, usaram de violência e ameaçaram os cidadãos de morte. Depois ocuparam o Peugeot e posteriormente retornaram até a cidade de Ivaiporã, vindo parar na casa da vítima, sem perguntar o endereço, ou seja, eles sabiam onde o dono do Peugeot morava. Ao chegar ao local, fizeram o homem ligar para a esposa e ordenar que ela abrisse o portão. Depois invadiram o imóvel e fizeram todos reféns. Ao deixar o local, ameaçaram dizendo que uma pessoa estava vigiando do lado de fora e não era para eles acionar a Polícia Militar. Eles subtraíram seus celulares; carteira contendo todos os seus documentos pessoais; 255 aparelhos celulares e 2 tablets de marcas diversas, tudo avaliado em R$87,000.00 (oitenta e sete mil reais), os quais eram oriundos de uma compra feita em um leilão da receita federal, e que seriam revendidos pelas comerciante que trabalha neste setor. Os moradores contam que a todo momento eram agredidos com socos e chutes e que os autores estavam sempre com armas em punho, mandando que ficassem de cabeça baixa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA