sexta-feira, 31 de janeiro de 2020

JULGAMENTO - Dr. Alikan Zanotti é absolvido da acusação de homicídio

Advogado conhecido no Paraná, ele era acusado da morte do "Balaustra", crime ocorrido há 16 anos em Ivaiporã 
         
    No dia 30 de janeiro, de 2020, aconteceu no fórum de Ivaiporã, Tribunal do Júri, o julgamento de um dos advogados mais conceituados e conhecidos no Paraná, o Dr. Alikan Zanotti. Com a sede de seus escritórios em Londrina e São João do Ivaí, o criminalista coleciona atuações marcantes em sua carreira, como advogado de defessa, em vários crimes que ganharam repercussão estadual e até nacional. Um dos casos, foi o de "Marivaldo", que foi acusado de matar e jogar a mulher na fossa em Ivaiporã. Mas pesava contra o advogado, uma acusação de homicídio, crime ocorrido há 16 anos, sendo a vítima um homem, de nome Donizete, mais conhecido como "Balaustra". Atuaram na defesa, os também conceituados: Dr. Samuel Rangel, de Curitiba e o Dr. Vitor Hidalgo. A acusação foi exercida pelo Promotor Cleverson Leonardo Tozatte, e o júri presidido pela juíza Adriana Marques dos Santos. O corpo de jurados foi composto por seis mulheres e um homem. Ao final, após ouvir testemunhas, que presenciaram o crime; verificar a reconstituição dos fatos e outras formalidades legais que esclareceram detalhe por detalhe, não restou dúvidas de que o Zanotti agiu em legítima defesa, por isso, a sentença proferida pela juíza, foi pela absolvição do réu. Dr. Alikan agradeceu a todos, principalmente aos amigos, familiares, advogados e aqueles que, conhecendo a sua conduta, sempre confiaram na inocência. O julgamento começou pela manhã e finalizou no início da noite. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA