quarta-feira, 22 de abril de 2020

APUCARANA -Distribuição de máscaras para a população começou

           A partir desta segunda-feira (27/04), assim que receber o primeiro lote das empresas fabricantes, o Município iniciará a distribuição de 150 mil máscaras para a população. O equipamento de proteção individual será distribuído nas casas e também através de um “drive-thru” que ficará estacionado no Complexo Esportivo José Antônio Basso (Lagoão). De acordo com o prefeito Junior da Femac, o equipamento de proteção é de tecido lavável e o objetivo é que cada habitante receba pelo menos uma máscara. “Já havíamos comprado 100 mil máscaras descartáveis destinadas para nossas equipes de saúde, assistência social, órgãos de segurança e Hospital da Providência. Agora, serão 150 mil máscaras para a população e que, após serem lavadas, poderão ser reutilizadas”, frisa Junior da Femac. A Prefeitura contará com o apoio do 30º Batalhão de Infantaria Mecanizado (BIMec) para fazer a distribuição nos bairros e distritos. “Quero agradecer ao tenente-coronel Alexandre Colombo, comandante do 30º BIMec. Obrigado por atender ao nosso pedido e se prontificar em ajudar. Já nos reunimos com membros do 30º BIMec e a logística de distribuição está definida”, reforça. Para os moradores da área central, o Município disponibilizará um “drive-thru”, que ficará na área do Complexo Esportivo José Antônio Basso (Lagoão). “Se por algum motivo a pessoa não esteve em casa e não conseguir pegar a máscara quando o Exército passar, a nossa intenção é disponibilizar. num segundo momento, as máscaras nas igrejas”, afirma Junior da Femac, reiterando que essas estratégias serão colocadas em prática para garantir que todos recebam o equipamento de proteção individual. O prefeito lembra que a máscara de proteção contra o novo coronavírus (Covid-19) é item obrigatório em Apucarana, medida que foi estabelecida pelo decreto 150/2020. “Sem o equipamento de proteção individual, a pessoa não pode embarcar no transporte público coletivo e ter acesso ao terminal urbano, utilizar o serviço de táxi ou transporte compartilhado de passageiros, nem mesmo ter acesso e permanência em qualquer estabelecimento comercial ou repartição pública da cidade, esclarece.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA