21/08/2020

APUCARANA - Autorização avança liberação de novo acesso ao Contorno Norte

       O Instituto Água e Terra do Paraná (IAT), antigo IAP, concedeu licença ambiental para que a Prefeitura de Apucarana execute o projeto de construção do novo acesso rodoviário ao Contorno Norte, através da recém remodelada Rua Koei Tatessuji, nas imediações da Sociedade Rural. A autorização era a última exigência do Departamento Estadual de Estradas e Rodagens (DER) para a liberação do projeto de engenharia protocolado pelo Instituto de Desenvolvimento, Pesquisa e Planejamento de Apucarana (Idepplan). A obra, que visa a construção de alças de acesso em ambos os lados da PR-170 (Rodovia Michel Soni), entre os KM 109 e KM 110, ainda não tem um orçamento definido, mas objetiva proporcionar maior segurança e fluidez ao trânsito no local, tanto para os usuários que vem do Vale do Ivaí, como das regiões de Maringá e Londrina. “Este novo acesso viário vai oferecer todas as condições de segurança para que os condutores possam acessar o contorno ou adentrar a cidade. O município precisa avançar e para que isto ocorra de forma ordenada investir em infraestrutura é muito importante. No passado, por falta da existência destas duas alças que serão construídas, vidas foram perdidas em acidentes”, lembra Carlos Mendes, superintendente de Segurança, Trânsito e Transporte do Idepplan. Por se tratar de uma área de jurisdição estadual, o licenciamento da obra coube ao Instituto Água e Terra (IAT), antigo IAP. “Para que uma obra seja executada ou licitada, muitas vezes é necessária uma liberação ambiental. A Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Apucarana (Sema) então, promoveu todo o levantamento de impacto e inventário ambiental dos projetos desenvolvidos pela Prefeitura, através do Idepplan e, nesta semana, o escritório regional em Londrina concedeu a autorização ambiental”, confirmou Luiz Carlos Kempner Teixeira, superintendente da Sema. O superintendente do Idepplan, Carlos Mendes, relata que o processo para liberação de uma obra do porte do novo acesso rodoviário é complexo. “Leva tempo, pois não depende só de um projeto, depende de licenças ambientais, cujo trabalho de obtenção foi realizado em parceria com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente. Agora, com essa autorização ambiental, esperamos para os próximos dias a aprovação dos projetos junto ao Departamento Estadual de Estradas e Rodagens (DER)”, informa Mendes. De acordo com ele, uma reunião deve acontecer nesta segunda-feira. “Vamos estar no DER para comunicar sobre a liberação ambiental e verificar o andamento da aprovação do projeto. Pelas informações que temos, está praticamente tudo certo. Caso seja necessário, serão pequenas adequações”, explicou o superintendente. Uma vez aprovado pelo departamento estadual, a prefeitura poderá dar andamento a outras etapas como orçamento e publicação do edital de licitação. “Etapas de responsabilidade da Secretaria Municipal de Obras”, explica Carlos Mendes. Pensando no novo acesso, a Prefeitura de Apucarana realizou uma série de outros investimentos na região. “Além de remodelar a Rua Koei Tatessuji, com obras de alargamento, implantação de galerias pluviais, pavimentação e iluminação, também promoveu investimentos na reconstrução da Avenida Pinho Araucária, com investimento na ordem de R$1,4 milhão”, informa Carlos Mendes, superintendente do Idepplan. O investimento foi executado com verba oriunda do FGTS via convênio com Ministério de Estado do Desenvolvimento Regional (MDR), no âmbito do Programa de Infraestrutura de Transporte e Mobilidade Urbana (Pró-Transporte) por intermédio do Programa Avançar Cidades, do Governo Federal

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA