15/08/2020

BORRAZÓPOLIS - Vento destruiu parte da obra do Estádio Municipal


    Em Borrazópolis, o vento forte da madrugada de sábado, dia 15 de agosto, de 2020, danificou a cobertura de uma das arquibancadas que está sendo edificada no Estádio Municipal. As obras estão adiantadas, mas segundo informações, o dano ocorreu na Arquibancada que fica ao lado da entrada do Campo. Para ser ter um ideia da força do vento, a cobertura, que estava pronta, foi arrancada com as ferragens e jogada para fora, indo parar numa estrada, que passa na lateral do Estádio é dá acesso a Vila Matadouro. Um poste também caiu causando transtorno no local. MAIS RECURSOS - O deputado federal Sérgio Souza, que liberou os recursos, a pedido do pré-candidato a prefeito Dalton Moreira, informou que está a disposição do município e, se for preciso, viabilizará novos valores para que a obra seja finalizada. (Foto de Roberto Oliveira - Pezinho e Berimbau) 




Um comentário:

  1. É muito claro observando somente as fotos, que houve um problema nessa obra, como engenheiro mecânico e especialista em estruturas metálicas , posso afirmar que não houve um cálculo estrutural, ou negligência na execução da obra, e é evidente que o problema foi nas bases da estrutura metálica, pois arrancou os pilares da fundação de concreto, que também é possivel ter problemas. Afirmo que segundo as normas reguladoras desse tipo de estrutura é claro que esse tipo de estruturas devem suportar um vento de aproximadamente 201,6km/h, segundo a NBR 6123 Forças devidas ao vento em edificações, somando a NBR 8800 Projeto de estruturas de aço e de estruturas mistas de aço e concreto de edifícios, segundo a as normas um evento dessa magnitude pode acontecer uma vez a cada 50 anos, e se tivesse acontecido esse vento de 201,6 km/h deveria ter acontecido um rastro enorme de destruição. Para exemplificar tivemos o furacão bomba que atigiu a maior parte no estado de SC, e nos pontos de maiores desttruições os ventos chegaram a entre 140 a 150km/h. Eu tive a oportunidade de passar pela cidade de Garuva, a qual houve muitos danos, a mata atlatica por exemplo foi tão danificada que não havia mais copas das arvores. Então cabem aos orgãos competentes investigarem tal caso. CREA-PR

    ResponderExcluir

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA