09/08/2020

IVAIPORÃ - Servidora da saúde organizava festa em plena pandemia

       PERTUBAÇÃO -
Em Ivaiporã, no dia 08 de agosto, de 2020, a cidade, com quase 400 casos de Covid, recebemos informações de uma servidora da saúde, que estaria organizando uma festa numa chácara no Bairro Sabugueiro. Ainda durante a madrugada, a Polícia Militar informou que a equipe ROTAM esteve no local e confirmou a denúncia. O boletim diz que as reclamações chegaram no 190, dando conta de que uma festa clandestina ocorria e ainda causava perturbação do sossego. No deslocamento, a cerca de 200 metros, já se podia ouvir o barulho. Na chegada, foi constatado o som alto e grande aglomeração de pessoas, aproximadamente 50  indivíduos, todos sem distanciamento social e sem fazer uso de máscara. Foram questionados por diversas vezes, quanto ao responsável pela festa, porém ninguém se manifestou. Algum tempo depois, chegou uma mulher, alegando ser a responsável, a qual seria  supervisora da área de saúde de Ivaiporã. Ao ser questionada sobre a proibição de aglomeração, devido a pandemia, passou a questionar o trabalho da equipe policial dizendo: "Mas vocês conhecem a lei?... Sabem quantas pessoas está escrito na lei para ser considerado aglomeração?". Ainda com intuito de menosprezar a equipe policial, passou a dizer: "Isso aqui é uma palhaçada, enquanto tem vários outros crimes acontecendo nos bairros de Ivaiporã, um monte de gente vendendo drogas, vocês ficam aqui". Foi então encerrada a festa e todos deixaram o local, sendo dada voz de prisão para referida mulher, juntamente com outro masculino, que apresentou-se como proprietário do som, sendo uma caixa  da JBL tamanho grande. Ambos foram encaminhados a 6ª Companhia, para lavratura de termo circunstanciado e apreensão da caixa de som; depois foram liberados.  Os fatos relatados acima, estão no boletim da Polícia Militar, como o nome da servidora não foi divulgado, e nem dos demais, não conseguimos ouvir os acusados antes da publicação da reportagem.   ESCLARECIMENTO - Leia nota de esclarecimento da prefeitura de Ivaiporã - Clique Aqui. 

2 comentários:

  1. Se uma pessoa que se identificou como Coordenadora de Saúde do Município que atingiu a décima vítima fatal e 400 casos confirmados de COVID19. age com IRRESPOPNSABILIDADE, deveria ao menos admitir a burrada, sem confrontar policiais.

    ResponderExcluir
  2. pois é, agente de saúde desrespeitando leis de saúde, policia fez o certo, mas cá entre nós, onde compra essa caixinha da jbl que atinge a 200m de distância?...kkkk

    ResponderExcluir

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA