04/08/2020

MARUMBI - Crime ambiental é investigado em terreno da prefeitura

                          MAIS DETALHES                      
Moradora da Vila Rural é acusada de vender madeira de uma reserva de mato da prefeitura para empresário de Cambira  
         No município de Marumbi, um caminhão carregado com madeira e o seu motorista, foram levados para o Destacamento da Polícia Militar, sendo a acusação de suposto crime ambiental e extração de madeira de terreno público, que pertence a prefeitura, sem autorização. A denúncia informou que, na Vila Rural Flor do Vale, próximo ao Poço Artesiano, uma moradora estava vendendo a madeira. Ao fazer patrulhamento, no dia 03 de agosto, de 2020, às 15 horas, foi encontrado um caminhão, com placas CYN, de cor branca, carregado com, aproximadamente, 19 metros cúbicos de madeira de eucalipto, cortados para lenha, estacionado nas proximidades do "Bar do Vanil", na entrada da Vila Rural. Estava o motorista e seu ajudante, que é funcionário de uma empresa do município de Cambira, o qual afirmou que o proprietário havia comprado de uma mulher, residente em um dos lotes. Foram acionados funcionários da prefeitura, e, a princípio, ficou constatado que a madeira era extraída de local público. Ao ser indagada, a mulher afirmou que havia negociado a madeira, que segundo ela, foi plantada pela sua própria família, no passado, e que sabia que a área pertencia ao município de Marumbi e mesmo assim fez o comércio. CRIME CONSTATADO - Com a chegada da Polícia Militar Ambiental, que foi acionada pelo Destacamento. Em vistoria, os soldados comprovaram o fato, sendo encontrado o responsável, o qual foi conduzido para lavratura de um Termo em seu desfavor. Também foram lavrados autos de infração por corte raso de vegetação exótica em área de Reserva Legal Averbada, sem autorização do órgão ambiental competente, em área correspondente a 0,11 hectares, com o devido embargo da área atingida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA