20/08/2020

SOLTURA - Ex-prefeito de Cambira acusado de estupro é posto em liberdade

          Neste dia 20 de agosto, de 2020, recebemos uma foto do ex-prefeito Sidinei Bellini, de 68 anos, que é morador de Cambira. Junto com a foto, a mensagem de que ele havia sido liberado da Penitenciária de Londrina, ainda condenado pelo crime de abuso sexual, mas gozando do regime de progressão de pena. No sistema penitenciário, há o registro de  um alvará de soltura, expedido, por volta das 17 horas, de 19 de agosto. SOBRE O CASO - No dia 05 de outubro, de 2018, o político foi condenado, em primeira instância, a 13 anos e nove meses de prisão em regime, inicialmente, fechado, acusado de abusar sexualmente de uma criança em Mandaguari. A decisão foi proferida pela juíza Ângela Karina Chirnev Pedotti Audi, da Vara Criminal do Foro Regional de Mandaguari. O ex-prefeito, que nega os crimes, foi detido em 15 de Dezembro de 2017. A acusação é de abuso contra uma menina, de 13 anos, em um motel na cidade de Mandaguari, na noite do dia (14/12/2017), e, inclusive, que teria pago R$ 50,00 pelo programa. Na época, a equipe da Polícia Militar, de Cambira, em apoio a Dra. Luana Lopes, da Delegacia da Mulher de Apucarana, prendeu o empresário e  ex-prefeito, em flagrante, por estupro de vulnerável. Quando da condenação, Bellini  já estava  preso há 338 dias, e a expectativa é que ele deveria cumprir, pelo menos, 2/5 da pena para progressão de regime de liberdade. O crime é qualificado como hediondo. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA