11/10/2020

IVAIPORÃ - Após morte de preso, detentos iniciam motim na cadeia pública

Em Ivaiporã, um princípio de motim, chamou atenção na cadeia pública superlotada. Segundo informações, um senhor que estava preso, de nome Francisco Grubiat, de   53 anos, conhecido como "Chico", entrou em óbito após sofrer um infarto. Os detentos alegaram que o homem começou a passar mal, mas houve demora na chegada do socorro e, quando chegou o SAMU - Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, e também Bombeiros, constataram o óbito. O Delegado Dr. Aldair foi ao local para  negociar com os  presos e evitar uma rebelião.  Eles exigiam a presença do diretor do DEPEN - Departamento Penitenciário e Promotoria de Justiça, para que suas reinvindicações fossem atendidas.  A cadeia pública de Ivaiporã tem sido um grande problema do Estado e quem sofre as consequências são os agentes do Depen e a Polícia Civil, que são obrigados a trabalhar num ambiente perigoso e que muitos chamam de "Barril de Pólvora". Neste dia 11 de outubro, dia do início do motim, era cerca de 170 presos para um local que deveria abrigar, no máximo, 40 internos.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA