27/10/2020

JARDIM ALEGRE - Dois casos de violência doméstica registrados pela PM

No primeiro, uma mulher foi agredida pelo marido. No segundo, pai é acusado de maltratar o filho de 07 anos   
      Em Jardim Alegre, duas situações de violência doméstica foram registradas. No primeiro caso, no centro da cidade, houve denúncia que uma mulher pedia socorro. Ao chegar ao endereço, em 26 de outubro, às 17:30 horas, não foi localizada a vítima, mas foi encontrado o homem suspeito, o qual disse que nada havia ocorrido.  Quando a PM voltou para o Destacamento, chegou nova denúncia que a mulher estava chorando na praça central com uma filha no colo. Dessa vez os soldados encontram a vítima. Ela tinha escoriações no seu cotovelo direito e passou a relatar que teve uma discussão com seu marido e ele desferiu um soco em seu rosto do dia anterior. Também que, na data em questão, a empurrou contra uma cadeira e a segurou pelos cabelos, mas conseguiu pegar a filha de colo e fugir para a Rua. O detalhe que chamou atenção, é que na prisão do autor, a vítima passou a impedir a equipe de o fazer, dizendo que não queria que ele fosse preso e que não queria mais denunciá-lo. Mesmo assim, o homem foi conduzido. OUTRO CASO - Policiais foram com o Conselho Tutelar, em 26 de outubro, até a zona rural, com apoio da Polícia, fazer contato com um avó. Ele disse que, seu neto de 07 anos, passou o final de semana com o pai, e, ao ser devolvido, notou que ele tinha diversas lesões na face e região lombar. De imediato foi dado início as buscas ao agressor e, minutos após,  o autor foi abordado. No momento da abordagem, o pai  estava conduzindo um trator e passou a desobedecer e a desacatar os policiais. Ao receber voz de prisão, resistiu com chutes, empurrões e cotoveladas, além de ameaçar os PMs. O caso foi entregue na delegacia. 



Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA