04/10/2020

SÃO PEDRO - Travesti foi morta com tiro na cabeça em São Pedro

                           MAIS DETALHES                      
 A Polícia Militar, de São Pedro do Ivaí, foi acionada para atender um ocorrência de homicídio,  Avenida Romeu Domingues de Oliveira, Jardim Juju. Segundo as informações, um Travesti, de nome Nathalia, conhecida como "Bia", foi morto com tiros na cabeça. A princípio, cinco disparos na região da face. O brutal assassinato aconteceu nesta tarde de sábado, dia 03 de outubro, de 2020, às 13 horas. A Polícia Civil, de Jandaia também foi acionada.  O Destacamento local, divulgou o seguinte relato: "
Em contato com populares, alguns afirmaram que o autor dos disparos é um indivíduo conhecido, que  mora ao lado do local onde o crime ocorreu e está trabalhando em uma empresa, que  presta serviços para a Copel, na manutenção de redes elétricas.  Já uma mulher, que não foi baleada, mas foi agredida, disse que  na hora dos disparos, eram dois homens, os quais chegaram atirando e um deles ainda a agrediu  com socos e, posteriormente, evadiram-se tomando rumo ignorado. Diante do ocorrido, foram acionados os órgãos competentes, Polícia Civil de Jandaia do Sul e também o IML de Apucarana para as providências", informou o boletim da PM.  Veja o relato de um morador, ao  Blog do Berimbau, relatando os motivos:  "O crime de homicídio aqui já está esclarecido. O travesti divulgou vídeo na rede social, dizendo que havia mantido relações sexuais com um rapaz que trabalha numa  empreiteira da Copel. Ele mandou  este vídeo a esposa  dele e outros familiares, por isso, e, neste mesmo  vídeo, fez vários insultos e xingamentos", disse um morador, que não quis se identificar.    A princípio, a vítima tinha várias rixas e, inclusive, acusava várias pessoas de ter mantido relações sexuais com ela, causando constrangimentos. Há relatos, que muitas das acusações eram falsas e ela utilizava para chantagear pessoas. Recentemente publicamos uma vídeo, onde "Bia" aparecia acusando o dono de uma Loja em Apucarana, de ter feito um programa com ela e depois sustado o cheque de pagamento. A investigação apontou que o homem era inocente, ou seja, um entregador recebeu cheques e teve as folhas furtadas, por isso, solicitou que fossem sustados - clique aqui - para rever esta reportagem da Real Mix.  O travesti  havia aberto diversos processos de danos morais, inclusive contra repórteres que noticiavam suas confusões.  A Polícia Civil, equipe do Dr. Gustavo, de Jandaia,  entrou no caso para confirmar estas informações e apurar outros detalhes. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA