28/11/2020

HOMICÍDIO - Jovem do Rio do Tigre morto a pancadas em Rio Branco do Ivaí

                           MAIS DETALHES                      
Polícia prendeu suspeitos de ter cometido o crime. A motivação seria vingança por conta de uma briga ocorrida três dias antes 
 Pouco mais de 24 horas após crime brutal, o Delegado Ricardo Augusto de Oliveira Mendes, de Faxinal, que também responde pela Delegacia da Comarca de Grandes Rios, anunciou a prisão de três suspeitos da morte do conhecido "Marcelinho Lagarto". Para ser mais exato, por volta das 17h40min, de 30 de novembro, de 2020, na área central de Rio Branco do Ivaí, os acusados de envolvimento, foram localizados. Eles foram encaminhados ao SECAT - Setor de Carceragem da 53ª DRP - Delegacia Regional de Polícia, de Faxinal, onde permanecerão à disposição do Poder Judiciário. Por conta da legislação, a Polícia Civil está impedida de dar publicidade aos nomes, mas segundo um informante, do Blog do Berimbau, os presos seriam: Jonas Matos Ribeiro, o "Joaninha"; Alessandro de Ortiz; e Josiel Ribeiro Martins, o "Indião". SOBRE O CRIME- O assassinado, de 19 anos, é Marcelo de Oliveira, mais conhecido como "Marcelinho Lagarto". Ele foi morto a pancadas, em Rio Branco do Ivaí. O fato ocorreu na noite de sábado para domingo, dia 29 novembro, de 2020. A ocorrência foi registrada pela Polícia Militar e também pela Delegacia de Grandes Rios e Faxinal. Segundo o investigador Rodrigo Leite, o corpo foi encontrado na saída de Rio Branco para Rosário do Ivaí e Grandes Rios, próximo a ponte, que fica na estrada que leva à Fazenda Borboleta. A princípio, o corpo não apresentava perfurações de faca ou disparo de arma, mas havia sinais de agressões e, possivelmente, pedradas na cabeça. "Ele era morador do Rio do Tigre, Cândido de Abreu, e tinha brigado, na quinta-feira, ou seja, três dias antes, com outras pessoas de Rio Branco, no "Bar do Juarez" que fica perto do Colégio Estadual. Foram estas pessoas, dois jovens, que o colocaram num carro Logus, levaram ele até o local ermo e o mataram na pancada, por isso, queremos justiça", disse um amigo de Marcelo, que ligou para o Blog do Berimbau e Rádio Nova Era, mas pediu anonimato. Em seu boletim, a Polícia Militar informou que prendeu um suspeito, após também receber denúncias que um Logus de cor vinho esteve no local do crime com dois rapazes, que foram identificados. Em patrulhamento, os soldados encontraram um dos denunciado em uma lanchonete e choperia. Ao deslocar até sua residência, foi encontrado o Logus um pé de tênis dentro, sendo que tentaram chegaram a jogar o calçado em um terreno vizinho. A princípio, o tênis era de Marcelo, que foi encontrado morto com um apenas um pé calçado. A mulher do conduzido, confirmou que chegaram em dois dentro do carro, mas que um deles saiu levando a chave. Também foi feito denúncia, no 190, sobre a referida briga que ocorreu na quinta-feira, dia 26 de novembro, inclusive, uma testemunha também informou que, pouco antes do homicídio, os dois ocupantes do Logus, pegaram a vítima a força, em frente do conhecido "Bar do Boy". A Polícia Civil, equipe do Delegado Ricardo Augusto de Oliveira Mendes, já está apurando os fatos, mas o crime está praticamente esclarecido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA