13/12/2020

AGRESSÕES - Ivaiporã, Faxinal e São João com casos de Lesões Corporais

IVAIPORÃ -
No dia 12 de dezembro, sábado, três casos de agressões familiares foram registrados em Ivaiporã. Por volta das 02h20min, na Av. Paraná, denuncia apontou que homem agredia mulher com socos e chutes. Ao chegar ao local, a PM ainda flagrou o acusado a segurando pelos cabelos. Ao receber voz de prisão, reagiu, mas foi contido e detido. Também na madrugada, 02h20min, Rua Zacarias de Goes Vasconcelos, a solicitante disse que seu marido chegou em casa embriagado e passou a xingá-la e a ameaça-la de morte. Depois ele trancou as crianças, uma menina, de 10 e um menino, de 9 anos, na residência, até que eles conseguiram fugir da casa e buscar ajuda no Hospital Municipal, de onde puderam acionaram a Polícia. O último caso, foi também no dia 12 de dezembro, às 11h30min, na Rua Pato Branco. A mulher disse que seu convivente a agrediu, puxando seus cabelos e batendo com um sapato, causando lesões em sua perna. Soldados fizeram buscas, mas não localizou o autor, que havia evadindo-se. FAXINAL - Em Faxinal, na noite de 11 para 12 de dezembro, na Rua João Scheler, a polícia foi até um bar, onde segundo a denúncia, havia uma briga. Ao chegar ao local, o dono disse que um casal pediu uma cerveja e logo iniciou uma briga, avançando para dentro do bar. Diante da confusão, ele afirmou que pediu que fossem embora. Pouco depois, a PM foi informada que a mulher envolvida estava dando entrada no Hospital, ferida na testa. Na unidade de saúde, o marido disse aos soldados que a esposa estava em embriagada e foi a causadora da confusão, inclusive, teria ofendido várias pessoas, sendo que uma delas a atacou com uma cadeira, porém não soube informar quem teria sido o agressor. Ao tentar conversar com a mulher, se percebeu um forte nível de embriaguez. Ela não conseguiu dizer detalhes. SÃO JOÃO - Em São João do Ivaí, no dia 12 de dezembro, às 22h15min, na Rua Presidente Kenedy, Policiais foram ao Conselho Tutelar, onde estava acontecendo uma possível agressão de um homem adulto a um menor. Ao abordar o acusado, ele estava em visível estado de embriaguez e com a roupa ensanguentada, com sangramento na mão direita. Questionado sobre o que teria acontecido, passou a relatar que se desentendeu com sua esposa, mas que tudo já estava resolvido entre os dois, porém havia um menor, de 14 anos de idade, que passou a informar que é enteado do homem e que este havia o agredido com empurrões e tentativa de enforcamento. Ao final, o homem foi levado para a Delegacia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA