09/12/2020

BOM SUCESSO - Polícia Rodoviária Federal deteve condutor sem CNH

Motorista, de 19 anos, não possuía CNH e havia ingerido bebidas alcoólicas. Ele também cometeu outros delitos 
Na madrugada desta quarta-feira, 09, por volta das 23h45, uma equipe PRF realizava patrulhamento pela BR 369, entre Jandaia do Sul e Bom Sucesso, na altura do km 245,   tendo em vista os recentes índices de roubo a ônibus de turismo na região, quando um veículo VW/Saveiro com placas de Bom Sucesso, se aproximou da retaguarda da viatura, em alta velocidade, forçando-a a deslocar para o acostamento para evitar a colisão. Na sequência, a equipe policial o acompanhou e deu ordem de parada ao veículo com sinais sonoros e luminosos, porém, desobedecidos pelo condutor, onde este empreendeu fuga em alta velocidade sentido Bom Sucesso. Já na rotatória de acesso à cidade, passou por cima do canteiro central, adentrou no perímetro urbano com velocidade incompatível, passou por diversos cruzamentos sem obedecer a preferencial até se aproximar de sua residência, onde parou o veículo de forma abrupta e tentou correr para o interior desta. Porém antes, foi alcançado e preso pelos agentes da PRF. Iniciado a fiscalização, foram constatados que este condutor havia ingerido bebidas alcoólicas, pois apresentava forte odor etílico, andar cambaleante, fala alterada e também não possuía CNH. Submetido de forma voluntária ao teste etilômetro, este indicou 0,21 miligramas de álcool por litro de ar expelido dos pulmões, (0,21 mg/l). Segundo o condutor, ele apenas havia ingerido duas latas de cerveja. Questionado pelos agentes sobre o motivo da desobediência e fuga, este se limitou a afirmar que não possuía CNH e que também havia bebido. Ele foi  detido em flagrante e encaminhado à Delegacia da Polícia Civil de Jandaia do Sul. Já o veículo liberado para pessoa habilitada. Em tese, ele responderá criminalmente por desobediência, trafegar em velocidade incompatível com a segurança e dirigir veículo automotor sem possuir CNH, os dois últimos gerando perigo de dano. Além das multas relativas à falta de Habilitação e dirigir sob a influência de álcool, também foram extraídas outras três. Ao todo, os valores ultrapassaram cinco mil reais. Como o nome do condutor não foi divulgado, não conseguimos ter acesso a sua defesa, mas, a princípio, ele nega crimes.  (Nota da própria PRF divulgada a imprensa) 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA