16/12/2020

INVESTIGAÇÃO - Joias roubadas em Borrazópolis são recuperadas em Arapongas

Em um excelente trabalho de investigação da Polícia Civil de Apucarana, Arapongas e Faxinal, um homem foi detido acusado de receptação 

  O setor de inteligência da 17ª SDP - Subdivisão Policial, de Apucarana, recebeu informações que algumas joias, que foram roubadas em Borrazópolis, no dia 28 de julho, de 2020, poderiam estar na cidade de Arapongas. Segundo o Dr. Marcus Felipe, que comanda da Subdivisão, ao fazer alguns levantamentos e diligências, a denúncia da comercialização de peças roubadas foi confirmada. Imediatamente foi feita uma comunicação ao Delegado Dr. Ricardo Mendes, de Faxinal, que já apurava o caso. Mendes prosseguiu com as providências e representou pelo mandado de busca e apreensão na casa do suspeito, em Arapongas, sendo que ordem para realizar a operação, foi autorizada pelo poder judiciário. No possível local, onde poderiam ser encontrados os objetos, os investigadores de Apucarana e Arapongas, neste dia 16 de dezembro, de 2020, fizeram a incursão em dois endereços. Durante as buscas, em uma Loja, no centro de Arapongas e numa residência no Bairro Jardim Hermínio e Maria, foram localizadas joias roubadas em Borrazópolis, munições e uma arma de fogo. O acusado foi levado para a Delegacia e, o delegado de plantão, o autuou por posse de arma de fogo e crime de receptação, pelo motivo de parte das joias terem sido reconhecidas como sendo de Borrazópolis, com valores entorno de mais de 10 mil reais. O homem detido, é um ex-policial militar, de nome Antônio Sérgio, e as investigações prosseguem. "O depoimento deste investigado é importante para que possamos levantar mais informações e chegar aos demais objetos que foram roubados, assim como identificar quem exatamente participou do crime em Borrazópolis, assim como de outros assaltos na região", disse o Dr. Marcus Felipe numa entrevista ao Rodrigo Almeida do Sistema Pinga Fogo de Comunicação e ao portal TN Online. Assista a entrevista no link acima e saiba mais.   O suspeito,  que foi detido, negou que seja receptador e afirmou que vai provar inocência. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA