30/01/2021

ENTREVISTA - Pessuti debate com "Berimbau" o novo modelo de Pedágio

     O ex-governador Orlando Pessuti, que faz parte do Movimento Pró Paraná, falou ao vivo a Rádio Nova Era AM e FM, para toda região Norte do Estado, sobre o novo modelo de pedágio, que está sendo implantado, com o fim das atuais concessões. Recentemente, publicamos matéria em que o deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB), criticou o governo federal, por afirmar que o novo modelo de pedágio, garantirá tarifas menores sem a cobrança de taxa de outorga. “Se não há taxa de outorga, como citado pela representante do Governo Federal, por que não licitar apenas pelo critério do maior desconto? Da mesma forma como foram realizadas as concessões no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina”, questiona Romanelli. "A verdade é que o estudo divulgado pelo Ministério da Infraestrutura aponta reduções muito baixas na maioria das praças, ou seja, continua prejudicial aos paranaenses. Além disso, o modelo traz a cobrança da taxa de outorga, que é um imposto indireto, limita a competitividade ao definir um teto para o desconto das tarifas e acrescenta mais 15 praças de pedágio. Estão tentando dourar a pílula do pedágio", alerta o deputado. Para Pessuti, o questionamento de Romanelli está correto e precisamos ficar atento. Pessuti ainda avaliou a criação de novas praças de Pedágio, ao todo 15, sendo duas delas nos trechos de Mauá da Serra a Apucarana e Mauá da Serra a Tamarana.   Ouça a entrevista para saber mais detalhes. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA